Home Sobre o Blog Quem somos Contato Midia Kit Categorias


opiniao-2 category image
6 de fevereiro de 2017

Não tem jeito fácil de começar esse post que certamente é o mais pessoal meu que haverá aqui no Chá, vocês sabem que eu não sou de falar muito de mim em canto algum (um tantinhozinho-inho a mais no Twitter, talvez, haha).

Já tem um tempo que o sumiço aqui é maior do que o que eu gostaria e mais duradouro do que imaginava. Há meses eu dizia pra mim mesma que “é só uma fase ruim, a disposição volta”, mas no fim das contas, não tem muito essa de fase ruim como justificativa pra não fazer algo. Só as pessoas próximas sabem, mas eu passei por muitas e péssimas nos últimos anos…resumindo muito bem resumido, absolutamente todos os planos (pessoais e profissionais) que fiz desde sempre pra minha vida “deram ruim”, além de momentos tristes/difíceis na família, certezas antigas completamente desfeitas, tudo durante a existência do Chá.

No entanto, eu nunca estive mais em paz comigo quanto agora e nem mais agradecida por tudo que aconteceu e que me deixou mais forte e mais auto consciente. Uns acontecimentos assim, ocorrendo de forma seguida (e em alguns momentos até simultaneamente) mexem nas estruturas de qualquer um e deixam umas lições profundas em quem esteja disposto a aprender. E eu me dispus.

Depois do turbilhão a gente respira, olha em volta e recolhe os cacos, cola os pedaços, se refaz por inteiro. O tempo que leva não importa muito, importa é que no meio desse processo sobram só os valores que ainda te mantém em pé. As pessoas e coisas que te são mais caras. A lista de necessidades que parecia não ter fim, diminui vertiginosamente depois que você não tem “nada” e enxerga que na real nem precisava de tanto assim pra se sentir satisfeito. Com isso, as prioridades mudam…e as minhas em relação ao blog e à algumas coisas na minha vida mudaram numa volta de 360º e é por isso mesmo que resolvi escrever fechando mais um ciclo em meio a outros tantos.

Foram muitos momentos preciosos vividos com essas serumaninhas serelepes chamadas Mayana, Marianna e Natália <3

 

Fazendo jus ao nome do blog

Fazendo jus ao nome do blog

O dia que fizemos uma festinha (uma daS, né!) toda DIY e meu quintal virou cenário de Tumblr/Pinterest <3

O dia que fizemos uma festinha (uma daS, né!) toda DIY e meu quintal virou cenário de Tumblr/Pinterest <3

IMG-20150809-WA0062

IMG-20150926-WA0004

Sendo gente grande e partilhando dicas, #dizque

Vocês praticamente não nos viram juntas em eventos glamourosos por aí, mas se procurar em bar… (foto sem produção e fora de foco mesmo porque eu quero é mostrar a vida real haha)

Várias amizades iniciadas e retomadas com “ei, eu adoro ler o Chá!”, umas amizades que eu nunca nem ia imaginar ter com umas blogueiras (se eu for citar de uma por uma, vai dar briga, cês sabem quem são <3) e blogueiros lindos (Oi, André <3), trocentos ~eventos e festinhas~ pra morrer de rir com esse povo animado e que me tiravam dos momentos de bad e da minha toca (a muito custo, verdade seja dita) e por quem eu vou sempre torcer pra que brilhem cada vez mais.

IMG-20150118-WA0013

Metade das bonitas porque é missão impossível reunir todas!

IMG-20160213-WA0024

~góticos do rio negro~

Eu também fico muito feliz de ter ajudado a escrever a história do Chá e termos ido na contramão de muitas coisas em tempos de “sigo de volta”/ “instablogs”/”digital influencers”, webcelebridades de 50 mil seguidores do dia pra noite – e ficarmos satisfeitas em pagar o preço por insistir em conteúdo próprio e autenticidade.

Por fim, a vida é feita de ciclos e ainda bem que é assim. Cada fim anuncia um recomeço, com novas possibilidades no que quer que seja. O novo por vezes assusta, mas é libertador reconhecer o ponto de encerramento de algo e ter coragem de encarar recomeços. Depois de muito me observar, concluí que cheguei nesse fase e que minhas necessidades me levam para outros rumos. Por isso fica aqui meu muito obrigada a todo mundo que trocou ideias comigo ao longo dos posts, aos que me fizeram boas críticas, sugestões, elogios, foi uma ótima aventura! 😉

eWaXfP3x6blByMYo_-LlSxbrhdL0liEZnx4XGWia_fU

ps: Não estranhem me ver eventualmente no feed de fotos do Chá porque né, as amizades seguem muito além da vida online, #grazadels!

assinatura mai



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/ate-mais/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
1 comentário




O post de hoje é de uma pequena lista dos Instagrams de ilustradores que eu acompanho com mais frequência pra me ajudar nos estudos de desenho e pintura em aquarela e espero que possa servir, ao menos de inspiração, pra vocês também 😀

# 5) Abby Diamond (@finchfight)

abby

Abby Diamond é uma ilustradora que usa nanquim com aquarela e costuma fazer ilustras de animais e objetos cotidianos, detalhando bastante e usando cores fortes.

# 4)  Emma Mitchell (@silverpebble2)

silverpebble2

Emma Mitchell é uma designer, naturalista e co-editora de uma revista de DIY chamada Mollie Makes. Os desenhos e aquarelas tem como temática as flores e demais plantas que ela colhe em locais que visita, vale a pena observar a delicadeza dos traços :)

 

# 3) Jessica Durrant (@jessillustrator)

jessica-durrant

A Jessica é uma ilustradora versátil, faz aquarelas voltadas principalmente para a indústria da moda, mas também faz belas pinturas de paisagens e alguns temas mais abstratos.

 

#2) Hieu (@kelogsloops)

kelogsloops

Hieu é um rapaz de apenas 21 anos muito talentoso e que faz pinturas de mulheres (maioria), lembrando muitas vezes um pouco do traço usado em mangás, mas com algum realismo. Ele também posta vídeos sobre aquarelas e pintura digital no canal Kelogsloops 😉

 

# 1) Agnes Cecile (@agnes_cecile)

agnes-cecile

A Agnes é a rainha do realismo em aquarela! Ela não costuma usar cores muito fortes nos seus quadros, mas nem por isso eles são menos expressivos. O trabalho dela é uma senhora inspiração e motivação constante pra estudar mais <3

Tem vários outros artistas mega talentosos com pintura em aquarela, em pintura digital, lápis de cor, mas acho que aí podem ser novas listas de inspiração, que cês acham?

Curtiu o post? Então compartilhe!
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

assinatura mai



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-5-contas-de-ilustradores-de-aquarela-no-instagram-para-seguir/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




No inicio desse ano eu já tinha caído de amores pelx Liniker, cantorx super talentosx, que se considera sem gênero e arrasa por aí com a voz rouca, toda uma malemolência, de brincão, barba, batom vermelho e um sorriso encantador <3

Eis que há dois dias um amigo (valeu, Lobo!) me apresenta mais uma bela pérola da música brasileira que também traz a tona debates sobre identidade de gênero, diversidade e originalidade musical: Jaloo, um cantor, DJ e produtor paraense que é pura criatividade em som, cores e movimento! Nos comentários de um dos vídeos dele alguém disse que “se Björk tivesse nascido no Pará”, seria Jaloo e eu acho que não é exagero.

índio meRmo, maninhos!

Ele remixou diversas músicas antes de lançar um álbum, inclusive a “Oblivion”, da Grimes e ainda ganhou elogios da rainha dos esquisitinhos. Nessas vivências como DJ e produtor, conseguiu criar um som original misturando muito sintetizador, indie pop, um pouco de tecnobrega (raízes paraenses, né minha gente! Escutem “Pa-Parará” pra perceber melhor) e ainda arrisco dizer que se você fechar os olhos, lembrará da voz do Caetano quando jovem. As letras praticamente autobiográficas, logo grudam na mente, tanto contando histórias de amor (a linda e triste “Last Dance”) quanto mandando convites pra se jogar (“Vem”!).

Não satisfeito, ainda cria clipes maravilhosos cheios de cores, psicodelia (imaginem se um dia ele faz algum collab com a FKA Twigs?!), como se tivessem saído diretamente de milhares de imagens e gifs do Tumblr. Mas, melhor do que ler uma descrição, vejam vocês mesmos a dica de clipe e música que em dois tempos também estarão cantarolando:

São bons tempos de criatividade musical brasileira, sucesso pro Jaloo, virei fã! O álbum #1, lançado ano passado, já está disponível no Spotify. Escutem e venham aqui contar o que acharam :) baygos!

assinatura mai

 

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/se-bjork-tivesse-nascido-no-para/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Dia desses navegando pelas sugestões do Spotify me veio do ~nada~ a lembrança de uma banda que eu não escutava há séculos e adorava: O Jardim das horas (antigo “O quarto das cinzas”).

jardim-das-horas
Joguei na busca e lá estava o primeiro álbum, O quarto das cinzas, disponível para ouvir! <3

Matei saudades e fui vasculhar a internet atrás de notícias dessa banda cearense (dá pra perceber um pouquinho do sotaque na meio reggae “Caminhando com a bondade”) maravilinda que mistura downtempo, trip-hop com música brasileira. Sério, é como se fosse Portishead meets Céu hahaha, coisa linda de ver/ouvir! O som experimental junto à doçura da voz (e beleza) da Laya Lopes e letras inteligentes fazem o conjunto da obra ser tão bonito que eu tô até agora sem entender o porquê de ter esquecido dessa pérola musical (nisso que dá a pessoa ficar anos ouvindo metal e post rock haha).
Nos últimos anos o Jardim das horas esteve fazendo vários shows em circuitos alternativos pelo país e lançaram álbum novo, “Homem moderno” que pode ser conferido no site deles aqui.

Ficam aqui duas das minhas músicas prediletas pra vocês se apaixonarem também:

Viciante

Priscas eras

E eu nunca ia pensar em juntar o som do Radiohead com Chico Buarque, mas eles sim! I might be wrong + Construção = “I might be Construção”, no mínimo um som curioso:

Curtiram? Tem indicações de bandas/músicos pra gente escrever sobre? Não sejam tímidos, comentem!

Curtiu o post? Então compartilhe!
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

assinatura mai



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/o-jardim-das-horas/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




diy category image
8 de janeiro de 2016

Quem aí estava com saudade de tutoriais? 😀 (já, digam “eeeuuu!”)
Vamos ao primeiro DIY de 2016 então .o/

Eu decidi reorganizar meu quarto assim que entrei de férias no fim de dezembro (e pasmem, ainda não terminei hahaha) e encasquetei que iria mudar também toooda a decoração dele, prateleiras, mesinha de estudo, tudo! #alok
Havia só um probleminha: meus xodós decorativos que são sempre figuras de algum anime, desenho e/ou filme e eu não queria deixá-los largados pelas prateleiras, queria algum destaque pra eles. Foi quando lembrei dos Nichos decorativos, que geralmente são quadrados e muito utilizados em salas de estar, escritórios e quartos.

*img ilustrativa de nichos*

Como eu não tenho espaço e nem dinheiros o suficiente , fui olhar umas idéias no Pinterest (claro haha!) e vi uma bem bacana de nichos circulares. Mas como nesse mundão de ideias é bem raro explicarem o passo a passo direitinho, eu olhei em volta e vi embalagens de pringles (que eu sabia que serviriam pra alguma coisa!) e uma maior de suplementos. Decidi testar pra ver se daria certo e deu! Wee!

Anota aí os materiais necessários:

  • Embalagens cilíndricas vazias (essas de suplemento são ótimas porque são grandinhas e por serem de um tipo de papel mais grosso, podem ser cortadas facilmente mas não amassam);
  • Tesoura E estilete;
  • Washi tape (pode usar spray também, se não estiver com muita paciência haha);
  • Cola quente ou cola de silicone OU grampeador;
  • Adesivos de parede (para pendurar quadros).

share_tempory (7)

O primeiro passo é cortar cada cilindro em 4 partes ~relativamente~ iguais com o estilete, formando os pequenos nichos. Depois use a tesoura para aparar/acertar o corte (e cuidado para não deixar torto!). Recomendo o corte de apenas 3 ou 4 partes para que o nicho não fique muito estreito, senão não poderá equilibrar itens de decoração dentro.

share_tempory

O segundo passo é decorar cada cilindro cortado como você desejar! Eu escolhi washi tapes (são tipo um durex colorido hahaha) mas me arrependi um pouco porque demorou bem mais do que eu tinha imaginado e eu precisei ter cuidado redobrado pra nao ficar ~muito~ torto (quedê coordenação motora?!). Se você quiser usar tinta em spray, precisaria cobrir as latas de pringles com jornal e aplicar, pois as latinhas tem umas películas que protegem e não deixam a tinta pegar facilmente, mas fica a seu critério como decorar. Um detalhe: usando as fitas washi tape, eu deixei um pouquinho sobrando para dobrar para dentro do cilindro, de forma que cobrisse a borda que fica visível.

share_tempory (1)

 

Tá, cilindros prontos, como que faz? Visualize como você acha que fica melhor a disposição dos nichos e vá passando a cola quente. Eu estava sem e usei grampeador mesmo (#pedreiragem). Dica: escolha o cilindro que possui o fundo da embalagem para ficar ao centro da disposição de todos os nichos, vai facilitar na hora de pendurar.

share_tempory (2)

Por fim, basta escolher o cilindro que possui um fundo para por o “adesivo de quadros” (não sei o nome específico!) e por na parede! E aí é só ir arrumando seus objetos de decor <3 que por sinal, não podem ser muito pesados, pois os nichos são de papel, não de MDF 😉

share_tempory (3)

share_tempory (6)

E aí, curtiram? Se animaram pra fazer em casa? Se fizerem, mandem foto pra nós!

Curtiu o post? Então fica de olho nas atualizações!
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

assinatura mai



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/diy-nichos-decorativos/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




diy category image
4 de dezembro de 2015

Olá, pessoas!

O DIY de hoje é prático e rápido de fazer, especialmente para pessoas que não tem tanta habilidade e paciência para decoração haha!

Enquanto todo mundo no trabalho já tinha pelo menos alguma decoração de Natal, a minha mesa estava vazia, sem nada natalino e isso já estava me incomodando porque eu amo natal! <3

Fui atrás de algumas ideias de decorações simples e vi uma de arvorezinhas feitas de papel, resolvi testar pra ver se funcionaria e eis que temos esse tutorial! Os materiais básicos necessários são:

– Papel de sua preferência;
– Estilete ou tesoura:
– Compasso ou objetos de fundo redondo;
– 1 espeto de churrasco.

Para começar, faça 4 a 5 círculos de tamanhos diferentes com o compasso.

20151202_225804

Depois recorte cada um com a tesoura (ou estilete) e comece a dobrar, de forma que cada círculo fique parecido com uma pizza cortada em 8 pedaços. Faça isso com todos os círculos até que cada dobra fique bem marcada (e se possível, não façam como eu, que comprei um papel pela cor e esqueci de prestar atenção na gramatura…precisa ser mais resistente que A4 mas não tão duro quanto papel cartão).

2015-12-04 13.06.30

20151202_231437

Por último, ponha do maior para o menor círculo no espeto de churrasco e a ponta deve ser coberta pelo círculo menor (eu resolvi colar pra ficar mais segura). A base eu improvisei usando um recipiente antigo de vela de decoração, mas se você encher uma tampinha de perfume com pedrinhas também fica bem bonitinho!

2015-12-04 13.19.12

2015-12-04 13.20.11

share_tempory (1)

 

Espero que tenham gostado da dica e comecem a decorar tudo pro natal! E se tiverem sugestões de decorações rápidas, podem comentar também 😉

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!

 

assinatura mai

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/diy-decoracao-de-natal-rapida/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




dicas-2 category image
25 de novembro de 2015

Dia desses, olhando alguns vídeos postados do Facebook, apareceu na timeline o vídeo de uma garota tocando um instrumento muito diferente, que parecia um mini disco voador, com um som hipnotizante e desde então fiquei procurando mais informações e vídeos sobre ele. Apesar de não entender muito e nem conhecer tanto de instrumentos (só sei mal e mal do piano haha), música sempre foi um tema muito importante e constante na minha vida e por isso quis começar a escrever sobre aqui pelo blog :)

Voltando ao instrumento “disco voador”, descobri que se chama “Hang” ou “Han” em alemão e foi criado no ano 2000 na Suíça pela empresa PANArt Hangbau. É um instrumento de percurssão da onde sai um som muito suave, relaxante, bem etéreo. Vocês vão entender melhor do que to falando vendo o mesmo vídeo que assisti na timeline do facebook:

O que mais me chamou a atenção foi a cadência (sequência de acordes que produz determinada harmonia), clareza do som e depois desse vídeo foi “ladeira abaixo”, fui atrás de mais fontes onde pudesse ouvir esse instrumento:

Até uma música da Bjork que eu já conhecia, do álbum Biophilia, também tem o som do Hang de fundo!

A essa altura provavelmente você  já deve estar pensando como que faz pra ter um desses, né? Descobri que atualmente já existem diversos modelos “genéricos” do Hang. Isso porque logo que foi lançado no mercado, a procura foi muito maior que a produção (que é totalmente artesanal), fazendo com que a PANArt criasse lista de espera (de anos, tá pra vocês?) para entregar os Hangs ~originais~ (que inclusive podem chegar a custar uns 10 mil doláres, apenasshh). Com isso também surgiu um sentimento de exclusividade e uma espécie de círculo musical VIP entre aqueles possuidores do Hang fabricado pela PANArt (#preguiçzZz).

Muita gente cansou de esperar e/ou achou besteira esse negócio de exclusividade e foram criando outros tipos de Hang, em formatos similares, alguns coloridos, outros mais futuristas, alguns com sons mais parecidos com panelas (hahaha).

Na edição deste ano do Sónar em Barcelona, evento que reúne música alternativa e tecnologia (pra dizer o mínimo! Sonho da vida ir em uma edição, já perdi as que tiveram Mogwai e Explosions in the Sky em São Paulo :~ ), foi apresentado o Ovalum instrumento eletrônico inspirado no handpan (versão americana do Hang) e que tem a possibilidade de conectar suas composições à aplicativos e softwares de edição musical 😀

Sei que nessa busca por informações acabei encontrando também uma cooperativa de artesãos de Minas Gerais, a Disco Soador, que fabrica “Tank drums” (mais uma criação inspirada no Hang) a partir de botijas de gás (olhem que lindo a sustentabilidade posta em prática!). Lá dá pra customizar seu instrumento como quiser e nem custa uma fortuna <3 to aceitando de presente, inclusive! #vaiquecola

Espero que tenham gostado do post e se quiserem sugerir algum som novo pra gente comentar por aqui, é só falar!

assinatura mai



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/sons-diferentes-o-hang/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
2 comentários




bem-ali-com-o-cha category image
16 de novembro de 2015

Fomos convidadas neste fim de semana para degustar o menu novo que o Borogodó (que pode ser definido como “bar evento” ou “restaurante secreto” como eles mesmos explicam) criou para o próximo evento gastronômico <3

O local tem uma decoração rústica bem bonita, tudo de madeira, combinando bem com o mote de ser feito em casa. Já fomos nos aconchegando e estávamos ansiosas para provar tudo após ler o menu!

IMG_7047

IMG_7040

IMG_7039

Logo veio o primeiro prato: bolinho de tucupi – e que delícia de bolinho minha gente! Era por inteiro empanado com farinha do uarini, que todo bom nortista aprecia mais do que ouro né? O prato foi uma entrada bem delicada, servido com molho de pimenta bem leve, mas de gosto forte o suficiente pra ser percebido.

IMG_7022

Um tempo depois chegou o segundo prato, “Derruba homem”, bem forte como o nome sugere, feito de molho bolonhesa, quejo e polenta (nhaaamnn!), como uma sopa cremosa, delicioso como vocês devem estar percebendo só pela foto hehe.

IMG_7023

O terceiro prato foi o “Coração na cama de farofa de bacon”, que poderia ser um prato aparentemente muito simples se não fosse o detalhe de os corações de frango estarem temperados com molho shoyu e a farofa de bacon estar bem quentinha e muito saborosa. Limpamos o prato!

IMG_7026

O quarto e último da noite foi a Carne de sol, acompanhada de purê de abóbora e cogumelo shitake (momento de gritinhos de emoção, shitake é vida!). Agora prestem atenção na apresentação deste prato: tudo muito bem arrumado e com pitadas de sal marinho nas folhagens. Vocês sabem que metade do sabor de um prato vem da apresentação dele né? Nota dez pra preciosidade da apresentação e preparo dos ingredientes 😀

Fotor_144755487332434

IMG_7043

Pra fechar com chave de ouro esta noite maravilinda de degustação, eis que surge a sobremesa: X-cake, o cheesecake com calda de banana (NHAAAMN!). A gente achava que sabia preparar um cheesecake. Achamos errado, muito errado. Esse X-cake estava inacreditável de tão bom, com massa suave (não dava nem pra lembrar que havia algo de queijo ali) e uma calda de banana de dar dó de deixar qualquer vestígio no prato. Foi como uma das cenas de Ratatouille, com fogos de artifício ao fundo ao provar algo tão bom!

IMG_7037

IMG_7038

Recomendamos muito quem ainda não conhece e aprecia uma comida bem feita, a comprar o ingresso para o próximo evento, que será dia 19/12. O Borogodó ainda irá avisar por meio das redes sociais (Instagram e Facebook) os pontos de venda, fiquem atentos!

Por fim, muito obrigada ao Borogodó pelo convite e ótimo atendimento, sem dúvidas voltaremos mais vezes <3

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/borogodo-feito-em-casa/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




dicas-2 category image
8 de maio de 2015

Olá pessoas phynas! Dias das mães chegando e vocês ainda estão pensando em um “algo mais” que possam fazer para as mamães? Fiquem tranquilos, separamos algumas idéias bem práticas e originais para presentear ou complementar os mimos para as queridas mães.

Para mães atarefadas:


Vimos essa idéia de “kit de sobrevivência” e achamos incrível! Basta arranjar um potinho e colocar serrinha de unhas, esmalte novo, batom ou hidratante labial, pente pequeno, espelhinho, tudo mini e prático para ela poder se virar na correria. Dá pra carregar na bolsa ou deixar no porta-luvas do carro, super pático, né 😀

Para mães “zen”(ou para as mães estressadas):

sais

Que tal por numa caixinha de presente um CD novo de músicas relaxantes (você mesmo pode gravar um com uma seleção de músicas legais, ambientes, sons de natureza e até uns mantras que acha que combina com ela), sais de banho ou velas aromáticas e um bom massageador? Certeza que ela irá amar o presente e vai curtir usufruir dos presentes em um momento ‘relax’ que ela certamente merece, hã?

Para mães artistas:

f5745fcd99accf93d45efd39dbb235c7

Sabem a moda de livros de colorir para adultos? Pois então, se você tiver também aptidões artísticas, faça alguns desenhos para sua mãe colorir! Flores, mandalas, padrões geométricos, tudo é válido para colorir por horas e deixar sua mãe se divertindo com os lápis de cor 😉
E se não tiver aptidões artísticas, escolha aqui nesse link algumas ilustrações para imprimir, compre as mais variadas canetinhas, giz pasteis, lápis de cor e dê tudo com muito carinho.
Como essa moda está bastante em voga tem também os livros prontos pra vender em livrarias da cidade. Escolha a opção que mais lhe apetece e que mais agradará sua mamis.

Para mães cozinheiras:
Que tal fazer um apoio de receitas pra ela? Dá pra reutilizar uma tábua de madeira que não seja mais utilizada, fazer uma pintura legal, colar um apoio atrás e utilizar pregadores de madeira (pra segurar as páginas caso tenha caderno de receitas) ou colar um apoio na frente (pro até mesmo um tablet com a receita!).

O legal mesmo é dar algo original que tenha a cara da sua mãe, algo que realmente seja útil e ela vá usar no dia-a-dia. Pense na rotina da sua mãe, lembre de detalhes que possam torná-la mais agradável e solte a criatividade. Com certeza ela vai amar!

novas assinaturas-02



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-pro-dia-das-maes/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Já há algum tempo que eu gostaria de fazer indicações de filmes pra vocês aqui no blog, só não tinha visto ainda uma forma de inserir este assunto dentre os demais que abordamos. Mas como estamos passando por uma reformulação de identidade – como blog (que aos poucos vocês vão perceber), vimos que esse tópico poderia ser interessante por aqui e esperamos que vocês curtam!

Meu objetivo não é de forma alguma fazer uma espécie de “quadro de críticas de cinema” sobre novos filmes, já tem muito site bacana com gente que estudou cinema e que gosta de se aprofundar na 7a arte pra gerar críticas maravilhosas (eu pessoalmente acompanho o pessoal do Cine Set aqui de Manaus e o InterrogAção do meu amigo Daniel, de Curitiba), minha intenção é apenas de compartilhar com vocês indicações pessoais dos filmes que me chamam atenção e que eu gostaria que todo mundo visse também hahaha por N motivos 😀

Cena3

A primeira indicação é de um filme que me deixou extasiada ao sair do cinema, fui pra casa me sentindo leve e com um sorrisão no rosto: A vida secreta de Walter Mitty <3

Indicado para quem: é fã de filmes como Forrest Gump e Na natureza selvagem (Into the wild), fãs de fotografia, pessoas que amam viajar. O filme é dirigido e estrelado pelo Ben Stiller (e confesso que estava meio desconfiada se seria só um trabalho mediano) e o achei inspirador em todos os sentidos: roteiro, fotografia, trilha sonora… é uma profusão de ótimas escolhas.

Walter é um funcionário da renomada revista Life (o nome já é a grande dica sobre a mensagem mais importante do filme), que trabalha no setor de revelação de fotos e arquivos. Ele constantemente sonha acordado se imaginando nas mais diversas situações (sempre em atos ousados, o oposto de quem ele demonstra ser no dia a dia) e por isso é motivo de chacota no trabalho.

Alá, sonhando de novo

Também é apaixonado pela colega de trabalho Cheryl (interpretada pela ótima Kristen Wig, de Saturday Night Live) mas não tem coragem de chamá-la para sair e fica sonhando com cenas em que poderia conquistá-la.

OLAR #ahsesêsse

A vida simples e meio sem graça desse personagem, aparentemente comum, muda quando ele recebe um pacote de negativos do famoso fotógrafo Sean O’Connel (Sean Penn brilhante, pra variar) mas há uma foto faltando, justamente a que será a próxima e última capa da revista (que será apenas digital), obrigando Walter a procurar por Sean nos mais distantes e inóspitos lugares. A partir desse momento, ele toma coragem para deixar de sonhar acordado e ir de fato, viver!

Acorda pra vida, cara!

E é aí que começam os momentos mais inspiradores (o filme é cheio de frases impactantes, reproduzidas em pinterest e tumblrs da vida), acompanhados de uma trilha sonora contagiante (Wake Up de Arcade Fire minha gente! Queria cantar com toda a vontade no cinema mas né, melhor não haha) e cenas belíssimas de locais remotos, como a Islândia por exemplo (sou suspeita pra falar porque sou apaixonada por esse país gelado #frozenfeelings).

Uhuuul!

Apenas.a.melhor.cena

Tem uma palavra em inglês que traduz bem o que esse filme desperta nas pessoas: Wanderlust, um desejo constante de viajar e conhecer novos lugares, não só pelo lugar em si, mas pelo que a experiência dessa viagem proporciona a você.

Achei que “A vida secreta de Walter Mitty” seria uma boa forma de começar o ano, porque a história nos convida a despertar da apatia em que muitas vezes nos encontramos por diversas razões e tomar coragem de fazer determinadas coisas que vivemos sonhando em concretizar mas nunca (até então) se cria coragem. Beijos e boa sessão pipoca!

novas assinaturas-02



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-indicacao-de-filme/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
1 comentário