Home Sobre o Blog Quem somos Contato Midia Kit Categorias


dicas-2 category image
15 de julho de 2015

Já ouviu falar de Acro Yoga? É uma prática que integra a sabedoria do Yoga tradicional com elementos de acrobacia e massagem Thai. É dinâmica e divertida de se praticar, agrega interação com o outro, confiança, companheirismo e superação de medos e desafios.

acroyoga Essa prática divide-se (e complementa-se) em duas fases: solar e lunar. A fase Solar é a fase com base e voador sempre ativos testando o poder das acrobacias. A fase Lunar é onde entra a massagem thai e posturas com viés mais relaxante. A massagem Thai atua com as linhas de força do corpo (linha dos ossos) de quem faz a massagem e o relaxamento.

Diferente do Yoga tradicional, a Acro é feita em trios, onde um participante serve de ‘base’, outro de ‘voador’ e há ainda um terceiro membro, que é o ‘cuidador’ que fica auxiliando os participantes a fazerem as acrobacias com segurança e auxilia para que a prática seja segura, proporcionando assim um espaço maior pra entrega dos participantes. O cuidador é o vai te dar segurança pra você fechar o olho e se entregar, e: voar sem medo de cair <3

Aqui em Manaus Hell City, tem um grupo de Acro Yoga que se reúne para praticar e eu e a Nana fomos lá vermos ~qualé, e adivinhem? Adoramos!
Eu, como yoguini, sou suspeita pra falar mas acho que é a perfeita união de duas coisas super legais e divertidas, gostei muito da prática e nem vi o tempo passar! Vou com certeza incluir essa atividades na vida e pretendo ir pra mais encontros.

cha na yoga
As práticas do grupo acontecem às sextas, a partir das 16:00 até às 18:00, no gramado da FEFF (Mini-campus, UFAM). Além dessa prática regular, o grupo com frequência organiza saídas “extras” fora da Ufam, como foi a que eu participei no CSU; semana passada foi na Ponta Negra, etc. Pra ficar por dentro dessas saídas extras, ou mesmo pra entrar em contato com o grupo, só curtir e ficar de olho na Fanpage deles  ou no grupo no Facebook, só clicar em cima dos respectivos!

Pra explicar melhor pra vocês como começou essa iniciativa aqui na nossa cidade, chamamos dois integrante do grupo, o Saulo Monte e a Lorena Lima pra falar sobre a experiência deles com a acroyoga e a criação do grupo aqui na cidade, o Acro Yoga Manaus.

As meninas do AcroYoga Manaus sempre lindas: Lorena como voadora e Sarah na base.

As meninas lindas do AcroYoga Manaus! Lorena Lima como voadora e Sarah Dorneles na base.

“Tudo começou quando uma querida amiga de Brasília (Sarah Dorneles) veio nos visitar em Manaus convidando-nos pra AcroYoga. Ela marcou duas aulas, passou alguns exercícios de confiança e nos introduziu à prática. Além da atividade física que eu tava necessitada, o que nos seduziu mesmo foi o propósito da atividade, a filosofia. A entrega, a responsabilidade, o cuidar do outro. Ver o outro como espelho de si, de nós mesmos. Então logo depois, ela foi embora e nós continuamos a prática e criamos o grupo aqui na cidade.

No começo, um amigo com prática de yoga conduzia o grupo, mas este precisou se mudar e o Saulo assumiu o grupo.”, explica Lorena que pratica acro desde dezembro passado.

Saulo Monte como voador e Sarah Dorneles na base

Saulo Monte como voador e Sarah Dorneles na base

“Procuramos sempre pesquisar novas coisas e tive a oportunidade de participar da Imersão Lunar em AcroYoga que ocorreu em Brasília durante três dias e foi muito boa e intensa;  lá descobrimos a massagem Thai, que é uma parte fundamental da prática e um momento muito bonito. Na Imersão Lunar o foco é na parte terapêutica, mas se trabalha os outros aspectos também. ‘ explica Saulo, que atualmente conduz as práticas do grupo e também pratica acro há 7 meses.

E aí, se empolgou pra conhecer a prática e sair voando pelos ares? Só chegar e quem sabe não nos encontraremos lá?

Beijos e muita energia boa! Hari Om!

novas assinaturas-04



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-acroyoga/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
2 comentários




dicas-2 category image
19 de fevereiro de 2015

Passado o carnaval o ano realmente começa, hein! E com isso a correria, os prazos, a v1d4 l00k4! Sem comentar a ressaca que ainda resta do carnaval, né? Corpo dolorido, sem ânimo pros dois dias que restam da semana? Calma, respira, alonga e vai que já já tem final de semana de novo, hehe. E com ou sem carnaval, nossa vida hoje em dia tá cada vez mais corrida, com movimentos repetitivos, falta de tempo de fazer exercícios e diversos outros fatores, é fácil ouvir pessoas do nosso convívio reclamarem de dores musculares, né? E quem aí passa horas por dia sentada(o), em pé, ou numa mesma posição, fazendo quase a mesma coisa, ou na frente do computador levanta a mão o/ Eu mesma passo horas sentada ou na minha mesa ou na bancada do laboratório e olha, posso dizer que minha coluna  (coitada da bichinha) sabe o que é uma sofrência, viu! E se tem uma prática que me ajudou muito a minimizar e até acabar com algumas dores foi me alongar. O alongamento ajuda a corrigir a postura, melhora algumas dores musculares, ativa a circulação, proporciona bem-estar e alivia a tensão (sério, é muito relaxante!). Fora que o alongamento melhora muito a nossa consciência corporal e a flexibilidade. Eu sou suspeita pra falar porque amo a energia boa que flui quando a gente gira, dobra, alonga, mexe e remexe o corpo! 😀 Deixando claro aqui que não somos profissionais da área da saúde, então, se você não tem acompanhamento de um profissional ou não pratica nenhuma atividade física é sugerido uma consulta médica antes de qualquer coisa, ok? Não dê uma de super-homem ou mulher maravilha, por favor. Eu tenho acompanhamento de profissionais e pratico atividades físicas, é bom deixar claro. Isso são apenas dicas que funcionam comigo, me relaxam bastante, mas, claro, vai de cada um.

Antes de exemplificar, a primeira dica que eu dou é sobre a respiração. É importante que a respiração permaneça durante os alongamentos. Parece óbvio, né? Mas não é! Acredite. Principalmente se você sentir alguma dificuldade, a reação involuntária será prender ou diminuir a respiração. Don’t! É muito importante que a respiração flua e seja profunda (ajuda a relaxar mais). A ideia é relaxar, não contrair, lembre-se disso. A segunda dica é saber o seu limite. Não adianta na primeira semana querer ser mais alongada que Daiane dos Santos, né, babys! São anos de prática hahaha (apenas lembrando: nada de querer fazer abertura total de pernas no primeiro dia, hein!). Se sentir dor, pare. Vá até onde se sentir confortável, e esse é um limite que é de cada um tem e só você sabe o seu. Aqui queremos só ativar as fibras musculares pra haver um relaxamento e alivio de tensão. Lembrando e repetindo que é pra haver relaxamento, ou seja, se não se sentir confortável fazendo qualquer coisa aqui proposta, pare e descanse. Vamos lá tentar! Vou dividir em grandes blocos e colocar poucos exemplos, mas bem úteis.

1) Coluna: Essa, tadinha, é a campeã de reclamações e sofreguidões, hã? Façamos então uma série básica e fácil pra sua coluna acordar pra um dia de trabalho ou relaxar no final do dia e dormir menos tensa. Vamos tirar as teias de aranhas dela hehe. Todo mundo algum dia na vida já fez esse alongamento. É auto-explicativo e funcional, mas vamos lá: em pé (ou sentado em uma cadeira, pode ser também) desça devagar o seu tronco em direção ao chão, como se você quisesse tocar o chão. Se você não consegue tocar o chão, não se preocupe, a ideia aqui é jogar o peso do corpo pra baixo, mesmo. Se se sentir mais confortável dobre seus braços (como indica na foto 1) e tente movimentar seu corpo para os lados, literalmente acordando os músculos da perna e da coluna. Não se esqueça de respirar profundamente e não force nada. Deixe que seu corpo vá somente com o próprio peso. Permaneça nessa postura de 15 a 30 segundos. Ou 10 respirações fundas.

Fotor_142369383347555_1Desta postura, se tiver com os braços cruzados, descruze e coloque as mãos na canela, olhe pra frente e tente deixar a coluna o mais reta que conseguir. Fotor_142369396964826_1 2) Pernas: Essas são sofridas também e são as vice das reclamações, rs. Alongar um pouco os músculos da perna é sempre bom. Todo mundo conhece aquele alongamento de dobrar a perna pra trás e segurar o pé pra alongar o músculo superior da coxa (não sei o nome, anatomistas, me deixem em paz!), né? Esse eu não fotografei mas pó fazer que é ótimo! Vamos lá, sente-se com uma perna dobrada e a outra reta e incline seu tronco em direção ao chão, como se quisesse tocar a cabeça no joelho, mas não precisa forçar pra tocar não, viu? É só nessa direção o alongamento. Com os braços estendidos tente alcançar as mãos no seu pé. Também não é pra forçar, vá até onde conseguir sem dor e ali permaneça respirando profundamente por uns 15 segundos. Faça de um lado e depois do outro, pra não ficar troncha! Brincadeirinha haha é só pra alongar igual, mesmo, 😛 Depois de fazer dos dois lados separadamente, junte as pernas e faça a mesma coisa, mas com as duas pernas agora. Incline seu tronco em direção as suas perna o quanto conseguir e com as mãos tente tocar seus pés. Respire lentamente e quando for desfazer a posição, faça bem devagar. Fotor_142369896873188_1 Agora deite-se, de preferência no chão, em cima de uma toalha ou algo assim. O importante é que seja uma superfície estável onde sua coluna fique reta e que seja um lugar não muito macio (que não afunde que nem colchão de mola). Normalmente eu prefiro fazer esse alongamento na parede, é mais fácil pra quem não tem os músculos posteriores da perna muito flexíveis (meu caso) e sente dificuldade em manter as pernas retas sem auxílio. Se sentir essas dificuldade faça na parede. Levante as duas pernas e logo depois flexione uma delas, e abrace seu joelho flexionado e puxe pra perto do seu abdômen, o quanto conseguir de modo confortável. Enquanto isso deixe a outra perna lá em cima, reta e com os pés também retos com as pontas dos dedos apontando para o seu rosto (e não para o teto). Repita do outro lado. Fotor_142369410065955_13)  Braços e ombros: De antemão peço desculpas pela minha cara de paisagem nessas fotos haha o que vale é a intenção, não é mesmo? Mas umbura voltar pros alongamentos. Esses também são fáceis e auto-explicativos. Eleve os braços com os dedos cruzados o máximo que conseguir, de modo que estique a lateral do corpo e os braços.  Movimente para um lado e para o outro. Após isso dobre um dos braços para trás (nas costas) e com o outro braço ajude segurando o cotovelo. Lembre-se de respirar fundo. Fotor_142369340686893_14) Pescoço: Taí um alongamento difícil pra mim, que fico toda hora olhando pra uma mesma direção (computador), mas que me evita muitos torcicolos, coisa que sempre tive muito e vivia na base do relaxante muscular 😡 Sente-se de modo que sua coluna fique reta, e primeiro relaxe a cabeça pra frente e tente tocar seu queixo no seu peito. Fique uns 10 segundos assim. Depois incline a cabeça láaa atrás o quanto conseguir  e tente não tensioar os músculos da garganta e  do pescoço. A boca ficará levemente aberta. Inspire pelo nariz e solte pela boca. Depois, faça o procedimento pra ambos os lados. Se quiser use a mão para ajudar a alongar, mas sempre sem forçar. Pra finalizar gire levemente o pescoço em movimento horário, respirando devagar e sem tensionar o pescoço e ombros. Repita o procedimento agora em sentido anti-horário. Fotor_142369316929447_1 Ufa! Não demora nem 10 minutinhos fazer tudo isso, e depois de se alongar você se sentirá muito mais leve e revigorado, aposto! Juro juradinho! Conta pra gente como foi, usa a #chadasphynas e vem ficar ligado nas novidades pelas nossas redes sociais Facebook e Instagram! Beijos e muita luz! novas assinaturas - nath-04



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-alongamentos/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
2 comentários