Home Sobre o Blog Quem somos Contato Midia Kit Categorias


dicas-2 category image
9 de fevereiro de 2015

Não sei vocês, mas eu fiquei apaixonada pela nova coleção Outono/Inverno do O Boticário, Make B. Universe Collection. Cheia de efeitos metalizados e tons de prata, a nova coleção é inspirada no universo, está ai o motivo de  muito brilho e cores com efeito de poeira cósmica.

Foi em um clima futurista que O Boticário apresentou o desfile de lançamento da nova coleção. Teve até modelo desfilando com o capacete do Storm Trooper.

 

Tendo como cor chave o prata, a coleção é formada por 19 itens, entre maquiagem e esmaltes nas cores azul cobalto, prata e roxo vinho, além da fragrância, adesivos de unha, case de celular e clutch com estampa holográfica. Me diz como não amar meu povo?

1423056571_oboticario

1423057333_boticario2   Olha que lindas as makes desfiladas! Elas foram criadas pelo maquiador Daniel Hernandez. Vamos já para frente do espelho tentar fazer igual.

make-b-o-boticario-universe-thairine-2-822x547

make-b-o-boticario-universe-822x547

Toda essa lindeza foi desenvolvida em parceria com o maquiador Fernando Torquatto e chega nas lojas no dia 16 de março, em edição limitada. Eai? O que vocês acharam? Estão tão ansiosas quanto eu?!

Conta para gente aqui nos comentários ou se preferir, nas redes sociais. É só nos seguir: Facebook ♥ Instagram Beijos e queijos novas assinaturas-03



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-make-b-universe-collection/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
1 comentário




dicas-2 category image
4 de fevereiro de 2015

Não basta a saga para ficar ruiva – o ruivo é uma das cores mais difíceis para “pegar” no cabelo – tem que fazer esforço para se manter. Ninguém disse que seria fácil ter essa magia nas madeixas… mas, para ajudar, fiz uma relação simples de fatores que podem interferir na mudança da cor e desbotamento e os fatores que ajudam na manutenção da mesma.

Primeiro, vamos falar sobre os inimigos da cor mua ha ha (risada maléfica ao fundo):

desbota-01

1 – Alisamentos e outras químicas. A lógica é simples: coloração é química e qualquer outra química no seu cabelo reagirá a anterior. E nem estou falando sobre a agressão aos fios que alisamentos podem trazer, isso pode ser contornado com muita paciência e cuidados triplicados com hidratação e etc. Quanto fiz um relaxamento (que não lembro o nome mas envolvia chapinha milimétrica mecha a mecha ao final e não lavar por uns dias) notei de cara a alteração na cor do meu ruivo. Ficou mais claro, aberto, como se um pouco desbotado.

2 – Praia e piscina. A água do mar tem sal, a piscina tem cloro e ambos são inimigos de cabelos em geral. Adicionando o fator: sol e temos um prato cheio para desbotamentos ou alterações no tom do seu ruivo. Para evitar isso existem cremes com proteção solar específicos para cabelos. Você utiliza antes de ir à praia ou piscina e ainda evita fios embaraçados.

3 – Cabelos desidratados ou ressecados. O ruivo exige cuidados e a falta deles pode acelerar muito o desbotamento da cor.

4 – Banho de água quente. Simplesmente evite. Não faz bem para cabelo nenhum mas para os coloridos, além de fazer mal, acelera a perda da cor em cada lavagem. Use água fria (odeio) ou morna para garantir maior duração da ruivice.

Agora vamos aos melhores amigos das ruivinhas? O que nos ajuda a manter os fios vibrantes!

manter-01

1 – Ampolas de hidratação/reconstrução/nutrição. Sabe aqueles creminhos que você aplica e só precisa deixar agir por uns 3 minutinhos? Em vez de condicionador, que tal usar eles? Esse da Elsève é muito recomendado!

2 – A hidratação é MUITO importante para manter a cor. Um cabelo hidratado desbota bem menos. Uma coisa que você vai ouvir muito se continuar ruiva, é sobre “Cronograma Capilar”, o HRN. É um processo que ajuda a recuperar e deixar os fios maravilhosos, apesar da química e consiste em: Hidratação (H) + Reconstrução (R) + Nutrição (N). Eu nunca fiz mas existem dezenas de posts na internet sobre isso, se quiser entender mais sobre como funciona, clica aqui.

3 – Tonalizantes! São banhos de brilho sem amônia e sem necessidade de uso de água oxigenada. Esses produtos são usados nos intervalos entre as colorações para dar um up no brilho e na cor, resgatando ou destacando a vibração do tom de ruivo.

Aqui embaixo eu relacionei os melhores/preferidinhos das ruivas. Eu uso o C. Kamura Cobre e adoro! Você também pode tonalizar o cabelo com os “Mixs” das marcas de tinta que utiliza. Os mais populares são os da Majirel e os da Igora. O mix destaca as nuances do cabelo e sua numeração começa com 0. Uso o 0.77 da Igora, que realça a coloração 8.77 que uso.tonalizantes-014 – Corte as pontas. Não tem jeito, o seu cabelo vai acabar com as pontas ressecadas ou duplas, principalmente se você não tiver tempo nem dinheiro para seguir todos os processos de hidratação e reconstrução junto com a coloração. Pontas secas podem ficar com a aparência de queimadas e não pegar tão bem o tom de tinta que você usar, deixando um leve desnível em relação a cor da raiz e do comprimento do cabelo.

Outra dica para manter a cor é usar produtos específicos para cabelos tingidos. Nem todos que estão no mercado são bons e realmente fazer o que prometem e o ideal é procurar shampoos livres de sal e sulfato. Relacionei abaixo três linhas que tem uma boa aceitação entre as ruivas. Eu já usei o shampoo e condicionador Matrix e super aprovei. Meu cabelo nunca ficou tão cheiroso e macio quanto naquela época. Pena que são caros e quando tentei comprar online não encontrei e acabei desencanando. (clique na imagem pra ampliar).

shampoos

Confesso a vocês que eu sou um PÉSSIMO exemplo de ruiva. Pinto o cabelo desde os 13 e mal faço hidratações até hoje. Em salão, então, nem se fala! Morro de preguiça de tirar um dia para fazer só isso ou pagar para fazerem em mim. Mas dá pra manter o cabelo bonito sem sair de casa tendo um pouquinho de disposição e estou tentando me disciplinar mais mantendo uma alimentação decente – porque isso influencia muito no cabelo – e tomando vitaminas.

Se você tiver outra dica, me conta nos comentários. O próximo post da #sagaruiva será sobre cores de roupa e maquiagem para quem tem cabelos de fogo. Tô ansiosa pra escrever esse!

Curtiu o post e quer nos acompanhar nas redes sociais?  É só nos seguir: Facebook ♥ Instagram

novas assinaturas-01



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-mantendo-a-cor-sagaruiva/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
4 comentários




Chegou a vez das mini bolsas! Por mais difícil que pareça ser, chegou a hora de levar somente o necessário porque elas vão dominar o verão.mini bags

O reinado do maxi, maxibrincos, maxibolsas, maxicolares, que dominavam o mundo fashion foi ameaçado por suas irmãs caçulas. As minis bolsas vem conquistando o coração, principalmente pelas miniaturas fofas de marcas famosas como Chanel, Dolce Gabbana e Givenchy.

mini bags 3 (1)

As novas “it-bags” são estilosas, práticas e podem ser usadas perfeitamente durante o dia ou a noite. A única dificuldade são os preços, quase o mesmo das bolsas maiores, e o que escolher levar já que costumo levar minha casa na bolsa. Mas se você for menos desapegada dá para investir em looks diários com ela. Ficam lindas do mesmo jeito!mini bags2 (1)

O que vocês acharam das mini bags? Vão aderir a nova moda? Conta para gente!

Curtiu o post e quer nos acompanhar nas redes sociais?  É só nos seguir: Facebook ♥ Instagram

novas assinaturas-03



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/moda-o-minimalismo-das-mini-hand-bags/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
8 comentários




Uma pergunta que já ouvi muito é “que cor você usa?”. Levei um bom tempo para entender como funciona essa questão de nomenclatura das cores, que se dá por números e não nomes. Confesso que enquanto pintava o cabelo em salão eu não me atentava a isso. Escolhia uma cor em algum catálago, a cabeleireira pintava e pronto. Nunca decorei os tons e muito menos de que marcam eram.

Existe um padrão na classificação das tintas medido pelos números de cada cor. Difícil entender? Vou ilustrar. O primeiro número de uma coloração (tinta), se refere à cor base daquela tonalidade (essas aqui abaixo). Quanto maior o número, mais clara é a tonalidade. Se você tem cabelo natural/virgem, pode localizar em qual cor base ele se encaixa. A minha base natural está entre o 4 e o 5. Para obter o cabelo ruivo, o ideal é ter como cor base no mínimo 5 até 12. Se sua cor base estiver entre 1 e 4 provavelmente você precisará clareá-la alguns tons, através de processos como descoloração ou Soap Cap. Quanto mais clara a base mais ela absorverá as nuances.

tabela de cores base

Mas o que são as nuances? Bem, o segundo e o terceiro (quando houver) número de uma tinta se refere às nuances e reflexos que ela deixará no seu cabelo. A cor base é só a base, como o nome diz. A nuance é a cor que realmente ficará no cabelo (se tudo der certo hahaha). Abaixo está a tabela padrão que vai de 0 (natural, sem reflexos) a 7 (marrom).

nuances-02

Para ilustrar isso na prática, vou usar aqui abaixo uma tabela muito legal que encontrei no blog www.eunaosouamelia.com que traz colorações ruivas de três das minhas marcas preferidas de tinta e ilustra um pouco que expliquei aí acima.

TINTURAS

fonte: www.eunaosouamelia.com

Observem que quanto maior o primeiro número (cor base) mais claro é o tom. A Igora, minha marca preferida, é um pouco do contra e usa o “7” no lugar do “4” em suas tintas. Então ali onde você vê 9.77, por exemplo, na verdade quer dizer 9.44 e significa: Loiro muito claro ultra acobreado (porque são dois 7s/4s). Na Majirel, a 7.4, que eu também já usei, significa: loiro médio acobreado. Na Alfapart, a última coloração que aparece, 8.34, significa: loiro claro dourado acobreado. É claro que isso que estou escrevendo aqui é uma tradução literal dos números, nas caixas dos produtos podem vir com outros termos mas assim você já consegue decifrar o que quer dizer aqueles números e perceber qual tinta comprar ou usar para obter a cor que mais se aproxima do que você deseja.

Para ajudar a visualizar as cores na prática você pode pesquisar imagens no google usando “tinta + numeração + marca”. Numa busca pelo 8.77 da Igora (minha cor) você encontrará vários resultados. Vou marcar aqui algumas blogueiras que usaram essa cor e explicaram o processo, caso tenham curiosidade clique aqui e aqui.

www.fotografiamodaeruivice.com.br

www.fotografiamodaeruivice.com.br

Vou finalizar esse post enumerando os fatores que interferem na cor, além da tinta escolhida:

– Cor base do cabelo. Seja a natural ou a cor pintada atual que estiver o seu;
– Ox (volume da água oxigenada) usada na mistura. As Ox variam de 20 a 40 e quanto maior o volume mais “aberta” ficará a cor que você aplicar. Mais quanto maior o volume maior o “estrago”, também haha exige mais hidratações regulares;
– Luz. Sim, o tom vai variar conforme a luz e ambiente que você estiver. Não adianta ficar chateada porque seu cabelo saiu “castanho” naquela foto sem flash na balada. Ruivas são mais felizes ao sol, que é a luz que mais realça a cor hehehe;
– Mix. Os mixs são tubinhos de produto que servem para realçar as nuances. Esses produtos não tem cor base, por isso a numeração deles começa com 0 e em seguida vem a numeração da nuance/reflexo que ele ressaltará quando for aplicado. Eles são usados misturados às tinturas, em pequenas proporções, e ajudam a dar mais vida a cor escolhida.

UFA! Espero ter aberto a cabeça de vocês um pouco mais e conseguido explicar de um jeito simples esse bando de informação que resumi nesse post. Tem algum assunto relacionado à ruivice que você queira que eu aborde aqui? Pode sugerir aí nos comentários e quem sabe eu não atendo no próximo post da #sagaruiva aqui! 😉

novas assinaturas-01



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-com-que-cor-eu-vou-sagaruivaew/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
4 comentários




Se dezembro é o mês de por na balança tudo o que foi feito durante o ano, janeiro é o mês de recomeço, de fazer novos planos, sonhar mais… então, continuando com os filmes inspiradores de janeiro, vamos à indicação dessa semana: O fabuloso destino de Amélie Poulain.

Indicado para quem: tem ou gostaria de ter um pouco mais de sensibilidade, fãs de filmes com alguma fantasia, românticos incuráveis e sonhadores.

Este filme não é novo, é de 2001, do diretor Jean Pierre Jeunet e foi tão comentado durante tanto tempo que hoje em dia ou você encontra pessoas que amam o filme ou que detestem (ou ainda, que não viram para opinar hahaha). Obviamente faço parte da parcela que ama o filme e vocês vão já ler o porquê :)

Gosto muito da apresentação dos fatos em narrativa, e em específico como vão apresentando os personagens mostrando o que gostam e o que não gostam e a partir disso você tira suas próprias conclusões sobre a personalidade de cada um. A personagem principal, vivida pela cativante Audrey Tatou, gosta de jogar pedras na água, ir ao cinema para ver as expressões dos demais, quebrar a camada fina do crème brulée, enfiar a mão no trigo, procurar detalhes que ninguém mais vê. Todos esses gostos nos fazem perceber como é doce e simples a personagem Amélie.

Alguém já testou fazer isso na feira? Foi expulso?

A infância de Amélie era solitária pois seu pai achava que ela tinha problemas cardíacos, não podendo sair. Com isso, a pequena Amélie inventava suas próprias brincadeiras e distrações – as cenas iniciais nos lembram mesmo a infância sem eletrônicos, como por exemplo brincar de imitar bichos com as mãos, inventar “brincos” novos com cerejas…

Ó as ideia!

Compreender que Amélie foi uma criança solitária é a chave para entender a dificuldade dela em se relacionar com os outros apesar de ser uma pessoa muito doce. Quando adulta, resolve sair de casa e morar sozinha em Paris, trabalhando como garçonete. Um dia encontra uma caixinha no seu apartamento cheia de brinquedos muito antigos, um pequeno tesouro perdido de uma criança. Determinada a encontrar o dono, Amélie decide fazer diversas benfeitorias (o tal do “fazer o bem sem olhar a quem”, já ouviram?) caso esse seu primeiro plano dê certo. E é a partir desta decisão que ela começa a conhecer de fato as pessoas ao seu redor e vai iluminando de alguma forma a vida delas.

Que tesouro de infância você adoraria rever décadas depois?

Amélie passa a querer organizar a vida de todo mundo, porque por um tempo é o que dá sentido pra vida dela, no entanto tem dificuldades de por tudo nos eixos quando se apaixona (igual que nem todo mundo, né não?)… como toda boa criatura introvertida, não tem coragem (a princípio) de correr atrás, de ir viver de verdade. Até levar uma boa bronca de um dos novos amigos, que sabiamente a lembra que ela não tem ossos de vidro (mais um filme cheio de frases pra guardar na memória com carinho haha!).

“Então, minha pequena Amélie, seus ossos não são feitos de vidro. Você aguenta os chutes da vida.” – TRÁ!

Como quero que vocês assistam o filme, não vou me estender muito mais sobre o que acontece, mas só queria dizer que o romance presente no filme é um dos mais bonitinhos e inocentes do cinema. Com o primeiro beijo mais doce e encantador que eu já vi <3 ps: você vai ficar com a trilha sonora do Yann Tiersen grudada na mente!

(som de suspiros)

(som de suspiros)

A Amélie nos inspira a dar o melhor de si, apreciar as coisas que parecem pequenas e insignificantes e por fim, permitir ser amado(a)!

amelie e nino

Muito amor pra vocês essa semana!

 novas assinaturas-02



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-indicacao-de-filme-da-semana-2/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
3 comentários




Estou ruiva há uns 5 anos e desde então algumas pessoas pedem dicas sobre tintas, cor ideal, onde ou como pintar, etc. Resolvi reunir as respostas em uma série de posts, para facilitar minha vida, assim quando perguntarem eu só mando o link ajudar outras pessoas que tenham essas dúvidas.

Após longos anos tentando mudar o castanho natural do meu cabelo com mechas e luzes eu cansei do loiro e, inspirada em famosas como a Nicole Kidman surgiu o desejo de ficar ruiva. O psycho (sorry, dear!) com o qual eu me relacionava naquele tempo “preferia loiras” e me botou muita insegurança sobre a transformação (meninos, não façam isso com suas namoradas, esposas ou ficantes, ok? dica da titia pra você não parecer um tirano!). Mas um belo dia ele resolveu sair da minha vida e foi o pontapé (na bunda) que eu precisava pra arriscar um visual novo sem medo de ser feliz porque: sim, fins de relacionamentos são a época preferida das mulheres mudarem de cabelo!

http://instagram.com/tedioseletivo

http://instagram.com/tedioseletivo

E é aqui que começam as dicas. Quer ficar ruiva(o)? Antes de tudo, pare e pense nessas três coisas:
1- Qual é a minha intenção ou objetivo ficando ruiva(o)?
2 – Que tom mais combina com a minha personalidade, estilo e momento de vida?
3 – Quanto tempo e dinheiro eu estou disposta(o) a investir nisso?

Meu objetivo era fazer uma mudança notória mas não alarmante no cabelo. Não queria radicalizar muito. Meu cabelo estava castanho, com as pontas claras. Passei a pesquisar que tom de ruivo seria o ideal para mim para esse objetivo e concluí que um acobreado, ficaria mais natural.

Esquerda como estava antes do ruivo | Centro: primeiro ruivo | Direita: ruivo natural que me inspirou

Esquerda como estava antes do ruivo | Centro: primeiro ruivo | Direita: ruivo natural que me inspirou

Existem dezenas de tons do laranja, passando pelo cobre, vermelho fantasia ao vinho escuro. Muitas pessoas fazem recomendações dos tons de ruivos ideais para determinados tons de pele mas não é só isso que deve pesar na escolha, não viu? Não esqueçam dos 3 itens que citei acima!

Se você é uma pessoa super tímida, por exemplo, com certeza chamará uma atenção (que provavelmente não quer) se pintar o cabelo de vermelho sangue. Se você tem muito medo de arriscar mudanças, com certeza seu objetivo não é sair do loiro para um acaju fechado, de cara. O ruivo “errado” pode até ficar lindo em você mas é preciso respeitar seu momento e sua personalidade se não você terá dificuldades de se acostumar com o novo visual devido à mudança muito brusca ou ao fato daquilo não te deixar a vontade por “não ser a sua cara”.

Tons pelos quais já passei até achar o preferido: o laranjinha do canto superior direito!

Tons pelos quais já passei até achar o preferido: o laranjinha do canto direito!

Você já deve ter ouvido aquele terrorismo de que “ruivo desbota muito rápido” e “ser ruiva dá muito trabalho” mas só aqui entre nós: eu tinha muito mais trabalho sendo loira. O ruivo exige manutenção mensal, sim e se você não está disposta(o) a pagar caro num salão (infelizmente bons profissionais, que usam bons produtos cobram caro) e resolver apelar para tintura de supermercado, provavelmente terá mais trabalho vendo sua cor escorrer pelo ralo, literalmente, e desbotando bem rápido (isso nunca aconteceu enquanto eu pintava em salão, o que mostra a diferença que a qualidade da tinta faz). Mas há o plano C: comprar coloração profissional e tingir em casa (o que faço hoje). Você encontra em lojas especializadas e na internet. Farei um post mais tarde sobre isso.

Pra quem tá começando a saga ruiva eu recomendo fortemente procurar um profissional, pra dar segurança. Pesquise os salões e cabeleireiros da sua cidade para conferir se desenvolvem trabalho de qualidade com ruivos (a maioria só quer saber de loira, nesse Brasil!) pra não chegar no primeiro salão que ver, entrar querendo ficar Marina Ruy Barbosa e sair Caipora do Castelo Rá Tim Bum!

Expectativa x Realidade

Expectativa x Realidade

Aqui em Manaus eu recomendo dois salões para isso. Um eu já testei várias vezes e foi responsável por boa parte dos tons de ruivo acobreado que já tive: Hair Studio Cecy Procópio. O outro é um salão que eu pretendo testar em breve pois acompanho o trabalho pelo instagram e já vi que tem profissionais que fazem um bom trabalho com ruivos mais abertos e laranjas, principalmente: O Belladonna Hair.

Se você ainda estiver com MUITO medo de algo dar errado, pode tentar tonalizar em vez de pintar. Tonalizantes não são tinturas permanentes e saem após algumas lavagens. Você aplica sem água oxigenada, apenas misturado a creme de hidratação branco, como se fosse um banho de brilho. Mas isso depende da cor base do seu cabelo. Se for muito escuro, um tonalizante laranjinha mal pegaria. Se você tiver cabelo castanho claro, funcionará.

Bora lá se jogar nas transformações porque cabelo cresce e cor dá pra mudar, depois! Eu me encontrei no ruivo e, mesmo já tendo passado pelo loiro platinado e pelo castanho escuro após ficar ruiva, essas outras cores não duraram nem 2 meses no meu cabelo. Sempre volto pros tons de fogo e super incentivo quem tem vontade de experimentar!

novas assinaturas-nana



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-quero-ficar-ruiva-e-agora-sagaruiva/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
4 comentários




Já há algum tempo que eu gostaria de fazer indicações de filmes pra vocês aqui no blog, só não tinha visto ainda uma forma de inserir este assunto dentre os demais que abordamos. Mas como estamos passando por uma reformulação de identidade – como blog (que aos poucos vocês vão perceber), vimos que esse tópico poderia ser interessante por aqui e esperamos que vocês curtam!

Meu objetivo não é de forma alguma fazer uma espécie de “quadro de críticas de cinema” sobre novos filmes, já tem muito site bacana com gente que estudou cinema e que gosta de se aprofundar na 7a arte pra gerar críticas maravilhosas (eu pessoalmente acompanho o pessoal do Cine Set aqui de Manaus e o InterrogAção do meu amigo Daniel, de Curitiba), minha intenção é apenas de compartilhar com vocês indicações pessoais dos filmes que me chamam atenção e que eu gostaria que todo mundo visse também hahaha por N motivos 😀

Cena3

A primeira indicação é de um filme que me deixou extasiada ao sair do cinema, fui pra casa me sentindo leve e com um sorrisão no rosto: A vida secreta de Walter Mitty <3

Indicado para quem: é fã de filmes como Forrest Gump e Na natureza selvagem (Into the wild), fãs de fotografia, pessoas que amam viajar. O filme é dirigido e estrelado pelo Ben Stiller (e confesso que estava meio desconfiada se seria só um trabalho mediano) e o achei inspirador em todos os sentidos: roteiro, fotografia, trilha sonora… é uma profusão de ótimas escolhas.

Walter é um funcionário da renomada revista Life (o nome já é a grande dica sobre a mensagem mais importante do filme), que trabalha no setor de revelação de fotos e arquivos. Ele constantemente sonha acordado se imaginando nas mais diversas situações (sempre em atos ousados, o oposto de quem ele demonstra ser no dia a dia) e por isso é motivo de chacota no trabalho.

Alá, sonhando de novo

Também é apaixonado pela colega de trabalho Cheryl (interpretada pela ótima Kristen Wig, de Saturday Night Live) mas não tem coragem de chamá-la para sair e fica sonhando com cenas em que poderia conquistá-la.

OLAR #ahsesêsse

A vida simples e meio sem graça desse personagem, aparentemente comum, muda quando ele recebe um pacote de negativos do famoso fotógrafo Sean O’Connel (Sean Penn brilhante, pra variar) mas há uma foto faltando, justamente a que será a próxima e última capa da revista (que será apenas digital), obrigando Walter a procurar por Sean nos mais distantes e inóspitos lugares. A partir desse momento, ele toma coragem para deixar de sonhar acordado e ir de fato, viver!

Acorda pra vida, cara!

E é aí que começam os momentos mais inspiradores (o filme é cheio de frases impactantes, reproduzidas em pinterest e tumblrs da vida), acompanhados de uma trilha sonora contagiante (Wake Up de Arcade Fire minha gente! Queria cantar com toda a vontade no cinema mas né, melhor não haha) e cenas belíssimas de locais remotos, como a Islândia por exemplo (sou suspeita pra falar porque sou apaixonada por esse país gelado #frozenfeelings).

Uhuuul!

Apenas.a.melhor.cena

Tem uma palavra em inglês que traduz bem o que esse filme desperta nas pessoas: Wanderlust, um desejo constante de viajar e conhecer novos lugares, não só pelo lugar em si, mas pelo que a experiência dessa viagem proporciona a você.

Achei que “A vida secreta de Walter Mitty” seria uma boa forma de começar o ano, porque a história nos convida a despertar da apatia em que muitas vezes nos encontramos por diversas razões e tomar coragem de fazer determinadas coisas que vivemos sonhando em concretizar mas nunca (até então) se cria coragem. Beijos e boa sessão pipoca!

novas assinaturas-02



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-indicacao-de-filme/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
1 comentário




dicas-2 category image
5 de janeiro de 2015

Muita gente já viu e conhece essa modalidade artística/esportiva mesmo não sabendo o nome dela. O tecido circense é uma prática nascida nos circos, que saiu de lá e ganhou academias e parques. A cantora P!nk já usou em uma de suas turnês e inclusive abriu um grammy usando tecido circense, por exemplo (olha aqui!)

Há pouco tempo descobri que isso existia aqui em Manaus, através de uma amiga. Em novembro (2014) ela me convidou para uma aula experimental como sugestão de “coisa noiva/interessante” para um dos dias do meu projeto #1mesincrivel (que expliquei nesse post aqui). E eu fui, é claro!

Não foi a moleza que eu achava que seria. Antes da aula foi feito um aquecimento – que envolvia dar umas 6 voltas na quadra, fazendo movimentos para aquecer – e exercícios de alongamento para melhorar a flexibilidade – eu sofri nesses! A maioria das poses no tecido exige contração abdominal, força nos braços, enrijecimento das pernas para que fiquem esticadas corretamente e se tenha equilíbrio… é quase aula de musculação!

alongar

Pode parecer uma coisa graciosa aleatória, pra quem vê de fora. Mas não é! Cada posição tem nome e exige técnicas básicas para que sejam executadas corretamente e sem problemas. Você aprende essas técnicas e conforme sua evolução por repetição, é aprendida uma pose nova e a complexidade dos movimentos vai aumentando.

Para contribuir na execução dos movimentos, passamos breu líquido nas mãos, que ajuda a não escorregar do tecido e é recomendado uso de calças de algodão/malha e blusas que tenham manga, preferencialmente, para evitar assaduras do tecido na pele.

tecido poses

Fotos por: Magna Macedo e Sérgio Corrêa

As aulas desse grupo acontecem no Parque do Idoso duas vezes por semana, sob o comando da Marcella Laurentine (licenciada em dança e especializada em  atividades com tecido, lira e trapézio), apoio dos instrutores Matheus Melo e Abidjan Cabral e tem valor mensal de R$140,00. É uma ótima alternativa para quem odeia academia ou quer conciliar a musculação com outra atividade física mais divertida (meu caso).

As turmas do grupo “Tecido no Parque” estavam lotadas em dezembro mas nesse mês de janeiro algumas vagas foram abertas então quem tiver interesse em tentar uma vaga ou em fazer uma aula experimental pode entrar em contato pelo instagram: www.instagram/tecidonoparque. Também existe essa modalidade em alguma(s) academia(s) da cidade, mas não tenho certeza em qual(is).

turma

Fiz esse post porque muita gente começou a perguntar sobre as minhas aulas de tecido quando comecei a postar fotos de lá. Espero ter matado a curiosidade de quem perguntou e trazido alguma informação útil para quem queria conhecer mais sobre o tecido circense!

novas assinaturas-nana



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/cha-fitness-tecido-circense/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
1 comentário




Hey Phynas!

Qual mulher não gosta de ter as unhas fortes e bonitas, não é? Bem, as minhas estavam um desastre e começaram a me incomodar muito pois ao invés de quebrarem e ficarem curtinhas ela descamavam e ficavam super finas. Chegavam a furar quando batiam em algum lugar e quando o esmalte descascava saia um pedacinho delas junto.

Há mais ou menos uns 6 meses resolvi cuidar melhor das minhas e obtive um resultado tão bom que vim compartilhar com vocês!

#1

O primeiro produto é a Polpa Hidrante para Mãos e Unhas Castanha da Natura Ekos. Além de hidratar as mãos, ele também hidrata as unhas e o cheiro é ótimo. Ele ganhou meu coração porque é bem consistente (detesto hidratante melequento), parece uma pomada mesmo e sem dúvidas mantém a mão hidratada evitando que fiquem aqueles courinhos ressecados ao redor das unhas que tem o poder de tirar nossa atenção e nos deixar tentados a puxá-los quebrando a lateral da unha.

#2

O segundo produto é a Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas da Granado Pink. Vi uma amiga (obrigada Anayra) passando um produto nas unhas e já fiquei encantada com a embalagem. Não resisti à curiosidade e fiz logo um interrogatório: O que é? Como usa? Onde compra? Já quero! Ela é um cera vegetal de cereais associados ao leite de aveia com silicones. Sem dúvidas essa cera  deixa a unha e cutícula hidratada e com brilho. Quando fico sem usar sinto logo a diferença. Minhas cutículas que eram muito muito finas e sempre arrepiavam causando aquela dorzinha chata, agora são coisa do passado!

#3

O terceiro e não menos importante é a Base Fortilon Recuperados com Queratina. Recebi a indicação desse produto da manicure mais linda de Macaé, Gil Almeida quando fui na Passarela Esmalteria (para ver o post, clique aqui!). Eu não dava nada por ele, me surpreendeu bastante. A queratina age na fibra de sustentação da unha reestruturando a base de crescimento, fazendo com que a unha cresça forte e saudável. Depois de utilizá-la, minha unha realmente cresceu, ela nunca passava da ponta dos dedos.

chamada unhas

Outra dica super importante para quem quer ter unhas bonitas é beber bastante água e ter uma alimentação equilibrada.

Espero que a dica de hoje funcione com vocês e as deixem com unhas lindas. Se vocês tiverem outros produtos ou dicas para fortalecer as unhas conta pra gente no facebook, no instagram ou aqui mesmo nos comentários.

Beijos e queijos!

ps. Esse post não é publi, todas a informações passadas foram vivências por quem escreveu.

novas assinaturas-mari



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dica-3-produtos-que-salvaram-minhas-unhas/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Hey phynas!

Sempre me perguntam qual a mágica que eu faço para ficar com os cílios grandes sem usar cílios postiços (sou uma droga colando eles). Não tem mistérios nenhum, claro que tenho alguns cuidados e truques na hora de passar a máscara e são eles que vou contar para vocês, olha só!

chamada cilios

Truques da Mari para ficar com os cílios grandes

1. Hidratar bem os cílios o pelo dos cílios é como qualquer outro do corpo. Se você quer que ele cresça forte e saudável, precisa de nutrientes. Sempre que vou fazer hidratação caseira no cabelo, passo um pouquinho da máscara que uso sobre os cílios, de olhos bem fechados. Lembrando que a máscara não é para ser usada perto dos olhos, mas faço isso e nunca tive problemas. Para quem não quer arriscar, existem alguns óleos específicos para hidratação dos cílios.

2. Usar o curvex somente com os cílios limpos – depois da máscara seca, apertar os cílios pode quebrá-los e consequentemente encurtá-los. Ou seja, se tiver que usar o curvex, faça somente antes de aplicar a máscara. Geralmente utilizo o curvex em duas fases: 1º na raiz dos cílios, segurando uns 15 segundos e curvando para cima mas sem puxar plmdds! 2º no meio dos cílios, curvando em direção às pálpebras.

3. Não usar produto fora da validade – não dá nem para pensar em usar uma máscara com cheiro estranho ou usar a mesma borrachinha do curvex por anos a fio. Fazer um esforço e praticar o desapego é sempre bom. Máscaras com cheiro forte podem ter vencido, o que pode fazer um mal danado para os cílios e para os olhos.

4. Não utilizar máscaras para cílios a prova d’água –  usar máscaras à prova d’água nunca esteve na minha rotina. Não gosto de usar nenhuma que dê muito trabalho para limpar. Além do mais, como a remoção dessas máscaras é mais difícil pode sobrar resíduos que com o tempo enfraquecem e quebram o pelo. A máscara que costumo usar é a Tha Falsies Volum Express, da Maybelline.

5. Aplicar 3 camadas de máscaras – para ficar com os cílios gigantes tem que ter muita máscara! Passo uma camada, pego mais produto, passo mais vez. Vou para o outro olho, faço a mesma coisa, espero secar e passo mais uma depois de seco.

6. Dançar com o píncel – não basta aplicar a máscara de qualquer jeito, tem que aplicar bem para não ficar aquelas peninhas de aranha e dar o efeitão de cílios grandes. Olha só!

passo1

Zig-zag Horizontal – Um bom truque para deixar os cílios volumosos é deixar a base dele tem pigmentada. Posicione o aplicador bem na base dos cílios e suba em movimento zig-zag.

passo2

Vertical – Quem não quer os cílios bem alongados não é? Posicione o aplicador na base dos cílios e puxe-os para cima em movimento vertical. Vale optar por máscaras de alongamento que vem com o aplicador com cerdas curtas e espaçadas.

passo4

Piscando – Para quem não tem curvex, esse é um trucão! Que tal  aumentar a curvatura dos cíliops deixando o aplicador parado e piscando sobre ele? Só tenha cuidado para não borrar a pálpebra móvel e evite empurrar o aplicador contra os olhos.

passo5

Diagonal – Puxar os cílios em direção ao final da sua sobrancelha faz com que os seus olhos pareçam mais alongados e maiores. Vale lembrar que puxando o cantinho você consegue um olhar sedutor alongando e pigmentando os últimos cílios. É só passar a ponta do aplicador nos pelos do canto externo, puxando-os em direção às têmporas.

7. Demaquilar sem esfregar os olhos – esfregar muito para tirar a make, além de irritar a pele e os olhos, pode arrancar alguns pelos dos cílios deixando falhas. Geralmente eu tiro a make com demaquilante bifásico e depois lavo a região dos olhos com shampoo para criança da Johnson’s Baby.

Bem, esses são os meus truques. Se funcionar com vocês também conta pra gente no facebook, no instagram ou aqui mesmo nos comentários.

Beijos e queijos!

novas assinaturas-mari



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/dicas-7-truques-para-deixar-os-cilios-grandes/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
6 comentários