Home Sobre o Blog Quem somos Contato Midia Kit Categorias


diy category image
9 de novembro de 2016

Tem um ditado que diz que “casa de ferreiro, espeto de pau” mas nesse Chá, não! O post de hoje vem mostrar como colocar em prática as dicas do post de ontem e montar uma fantasia alinhando uma boa inspiração, maquiagem e peças que você já tem no guarda-roupa.

O look de hoje foi inspirado no boneco do serial killer Jigsaw da série de filmes Jogos Mortais que proporcionava em seu jogo a escolha entre a vida e a morte de suas vítimas acreditando que assim elas valorizariam mais a vida que tinham.

jigsaw-wallpaper-free-hd-dekstop

Podemos montar essa fantasia de várias formas e para todos os estilos utilizando a mesma paleta de cor e as peças mais marcantes que darão referência ao personagem. Quem prioriza o conforto, pode optar por usar um short de cintura alta, camisa branca e tênis. Só não vale esquecer da gravata borboleta vermelha e do blazer preto, olha só!look2

look1

Procurou a máscara para comprar e não encontrou? Relaxa que você mesmo pode fazer com maquiagem! Aqui embaixo tá só o passo-a-passo de como fazer uma make bem fácil, que não exige muita habilidade com os pincéis e cria um resultado bem legal.

make1

Passo 01: aplique sombra marrom para dar profundidade nos olhos e esfume bem.

Passo 02: com o lápis preto cubra a pálpebra móvel e em seguida aplique uma sombra preta sem medo de ser feliz. Não se preocupe com os borrados, eles vão dar o efeito que queremos para simular a máscara do boneco.

Passo 03: depois dos olhos prontos, aplique pancake branco por todo o rosto. Vale também aplicar no pescoço e nas orelhas. Em seguida é só passar o batom vermelho.

make2

Passo 05: com um lápis preto, faça um risco da boca ao queixo para simular a boca de ventríloquo e esfume de leve.

Passo 06: nas bochechas aplique blush rosado fazendo uma bolinha. Em seguida, desenhe um espiral com lápis vermelho ou com o próprio batom utilizando um pincel fino.

Passo 07: no halloween não precisa ser discreta então pode colocar glitter e cílios postiços bem longos que vai ficar lindeza!

resultado

Compus o meu look com uma camisa de botão branca, saia preta, blazer do papai e adaptei a gravata que não tinha com lenço vermelho dado um laço.

Dá para improvisar muitas fantasias com o que temos em casa sem precisar usar exatamente a mesma peça que o personagem usa, basta só usar a criatividade e não perder as referências mais marcantes.

Espero que vocês tenham gostado e que eu tenha dado uma luz para quem tava perdido sem saber o que usar.

Nós vemos sábado no Hallow-inn da Popscile!

Beijos!

assinaturas 2015-01



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/diy-fantasia-jigsaw/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Você já conseguiu a parte mais difícil: garantir ingresso para o melhor Halloween da cidade! Agora seu desespero é por não ter decidido ainda que fantasia usar no grande dia, adivinhamos? CALMA, JOVENS! Estamos aqui pra trazer inspirações e ideias faceis de se reproduzir ou improvisar em tempo recorde para garantir que sua passagem pela Popsicle não seja em branco. Preparados?

1 ) Taca make nessa cara!

Uma boa maquiagem pode ser o foco central da sua fantasia e a roupa ser só um complemento secundário. Reunimos inspirações de 3 maquiadoras, duas aqui da terrinha e uma vlogger nacional que é um misto de gótica com glitter! Olha só:

savana

Olha que estilo bacana a Savana usou para criar essa Mulher Maravilha e a Harley Quinn! Dá pra usar como referência pra outros personagens de quadrinhos, hein? Nos apaixonamos pela versão de sereia mística dela, por essa releitura de um personagem de American Horror Story e pelo Coringa ultra expressivo! Dá pra deitar e rolar com as makes!

karen

Agora a Karen, blogueira/vlogger nacional de make! A primeira foto é uma prova de que dá pra pegar uma roupa preta, comprar um chapeu no centro, ir de bruxinha e ainda ficar autêntica, SE você arrasar na make! Outra dica é investir em acessórios como chapeus e PERUCAS! Se focar na maquiagem e nesses itens, você já tem 50% de uma fantasia incrível! Agora o que dizer dessa sereia gótica? Amamos! Também aprovamos a ideia de ir de drag com as amigas! Ou se montar inspirada(o) na sua cantora pop favorita (essa da direita não tá A CARA da Lady Gaga?). Resgatar personagens da infância também é uma aposta certeira pra fugir dos personagens-tendência-d0-momento e nós adoramos a fantasia de Sailor Moon, dá pra ir em grupo!!!

paula

Agora vamos falar de Paula Murta que é um talento INCRÍVEL. Aí você já tem dois estilos de caveira e uma outra releitura da Harley (inclusive tem vídeo tutorial no canal dela ensinando a reproduzir). Nós adoramos esse lance de usar o cabelo, então lacinhos, orelhinhas e etc como penteado são uma aposta fofa pra complementar o look. Com esses coquinhos poderia até rolar uma make de onça pintada, hein?! Essa make central tá mara pra quem pretende ir de vampiro ou zumbi ela inclusive brincou que “nesse caso pode batom nos dentes” e achamos a dica de borrar o dente propositalmente ótima pra make halloween! Por último uma make bapho que você pode complementar com acessórios como uma coroa, chifrinhos, asas negras ou o que mais pensar!

2) Espante seus receios!

“Ai mas muita gente deve ir disso” ou “Acho que essa fantasia não combina comigo” são pensamentos que você deve afastar agora mesmo. O objetivo maior é se divertir então pra que ficar se tolhendo antes mesmo da festa começar?! Quer ir de Harley Queen? VAI! Se achar outras 15 por lá aproveita e monta um Squad pra foto! Quer ir de sereia mas tem cabelo raspado, sua pele é verde e você não tem o corpo da Pugliese? FO#@-$E, vai sim! Passou o ano todo sendo desconstruidona pra agora ficar se limitando? PAROU, NÉ?! Inspirem-se nessa Harley Islamica(?), Male Malévola e sereia de ébano.

sem-tabu


3) Busque inspiração nas séries que você gosta!


Não precisa se caracterizar por completo de um personagem! Para bom fã, uma boa referência basta! Esse é um jeito criativo de entrar no clima e ainda arranjar assunto com outros fãs da série pela festa. Aproveita e oferece um drink pro boy que captar a mensagem no seu look! O mesmo vale pra filmes, claro!

4) Nem sexy, nem aterrorizante… engraçado!


Ok, não tá afim de ir de diabinha sexy nem de morto vivo com sangue escorrendo na cara igual ano passado, né? Dá pra adotar o bom humor e causar de outro jeito. Que tal fazer cosplay de maquininha de cartão com a mensagem “transação não autorizada”? Isso causa arrepios! Você e seu boy podem ir também de “perfil de facebook compartilhado” hahaha algo bizarro e horripilante (desculpa quem tem!). Que tal uma blusa com estampa de conversa de whatsapp e a frase: “oi, sumido” do remetente “ex”? Aí embaixo tem um rapaz fantasiado de ENEM, um de morto pelos impostos e outro de “Lance de uma noite”, que poderia ser alterado pra “primeiro encontro”, só quem usar Tinder, Happn ou Grindr sabe o terror que isso pode ser hahaha.

funny

 

Gente, o lance é usar a criatividade e se empenhar MESMO em se divertir porque essa edição promete ser uma das melhores, a galera da organização está se empenhando pra caramba e os ingressos esgotados com mais de um semana de antecedência são um termômetro de que esse Hallow-inn Hotel vai ser incrível. Aqui embaixo vão mais algumas inspirações aleatórias que podem fazer aquele PLIM na sua mente e te dar ideia pra outras coisas, quem sabe!

extras

Espero que tenham gostado das dicas! Amanhã tem tutorial novo de make pro Halloween, dessa vez inspirada em Jogos Mortais! Fiquem de olho!

Curtiu o post? Então compartilhe!
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/hallow-inn-da-popscile-fantasia-emergencial/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




opiniao-2 category image
3 de novembro de 2016

Decidi escrever sobre dois clássicos do cinema (e resolvi dividir em dois posts) que me acrescentaram muito mais do que boas experiências cinematográficas. Um deles eu assisto desde os 15 anos e é um dos meus filmes favoritos e o outro assisti recentemente embalada pela massa que sempre me julgou “Como assim você ama filmes e nunca assistiu a esse clássico?”.

Já dizia a minha avó que “panela velha é que faz comida boa”, dando uma atualizada no ditado popular, acredito que são os filmes antigos sim que produzem bons conteúdo. Sem desmerecer os filmes atuais (que trouxeram grandes inovações para o cinema), tudo o que surgiu nos últimos anos (graças a tecnologia, também) é resultado de outro ditado muito dito na atualidade: “nada se cria, tudo se copia”. Então são nos clássicos mais antigos do cinema que realmente encontramos histórias originais, enredos simples, lições de vida e sem dúvida, personagens e excelentes atuações que são referência tanto para outros filmes como para nós, apaixonados por cinema.

Um dos principais motivos que me faz amar filmes antigos é o fato de que, independente da época que você os assista, as histórias sempre fazem sentido e melhor, prendem sua atenção e ganham seu carisma munidos apenas do que (para mim) é essencial em um filme: boas atuações e excelentes histórias.

Não é necessário um milhão de efeitos, guerras com duzentos mil figurantes, gasto exorbitante com figurino, maquiagem e locações para que o filme te conquiste.

Para tentar explicar essa paixão e indicar bons filmes, decidi nas próximas #Quintacult falar sobre filmes antigos que se encaixam perfeitamente em todo esse discurso. A prova de que por mais antigos que sejam se encaixam na atualidade é que escolhi um filme que vi mais de 30 vezes (bondade minha, foi bem mais que isso) e outro que (mesmo sendo um clássico, me julguem) eu nunca havia assistido, e ao assisti-los me senti imersa em contextos que facilmente percebo em mim e na realidade que me cerca, e isso me fascina. Adoro filmes capazes de nos trazer uma lição, um bom sentimento e o melhor, uma reflexão sobre nossa realidade. (Não que eu não goste das fantasias e de uma boa ficção que nos faça viajar, longe disso, mas a realidade me chama muito mais atenção).

Então nesse post vou falar sobre o primeiro filme, que é o clássico que eu nunca tinha visto (acreditem), e se eu não vi, provavelmente alguém aí também não viu, então assista, e se já assistiu, assista novamente (porque vale muito apena).

Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off) de 1986 é a representação máxima do “clássico da Sessão da Tarde”. É um filme extremamente inteligente no que diz respeito a conquistar seu público-alvo: os adolescentes. E eu, por mais que esteja na beira dos 30, fiquei envolvida e nostálgica com relação as emoções que sentia e queria sentir aos 17. Eu que lido com jovens, me vi complemente feliz de conhecer um filme que, de maneira real, mostra o que os jovens querem viver, ao invés de incentivá-los a ter vontade de viver um romance com um vampiro que brilha (oi?), nada contra aos filmes adolescentes atuais (mentira, tudo contra), mas os jovens (na maioria dos filmes, não todos) são bombardeados com histórias que os incentivam a viver fora da realidade, a buscarem um “tipo ideal” de beleza, romance e comportamento que além de não serem compatíveis com a realidade também não são compatíveis com os sentimentos e reflexões necessários a essa fase. Deixando a patê socióloga e chata de lado, o filme Curtindo a vida adoidado nos mostra o adolescente Ferris Bueller buscando curtir a vida (e o mais fantástico, sem precisar estar em baladas que custam quase o preço de um imóvel novo, camarote, uísque, meninas que parecem mulheres turbinadas e homens similares ao ken da Barbie).

Interpretado por Matthew Broderick, Ferris Bueller é um adolescente que decide matar aula para aproveitar o dia. Após fingir-se de doente para os pais, e seguindo uma estrutura narrativa simples, Ferris, sua namorada Sloane e o neurótico amigo Cameron, decidem matar aula e sair para farrear nas ruas de Chicago.

Ferris parte para um dia na cidade ao lado da namorada e do amigo visitando lugares e se divertindo. Tudo isso enquanto é perseguido pelo incansável diretor da escola, disposto a provar que Bueller está enganando a todos, e ainda lida com a fúria da irmã, ressentida pelo fato dele sempre conseguir se livrar dos problemas.

Como se vê, Curtindo a Vida Adoidado não traz um enredo mirabolante ou personagens profundamente delineados. A premissa da história, na realidade, não poderia ser mais básica: um adolescente que mata aula para se divertir. Simples assim. O que fez (e ainda faz) da obra algo muito bom de se assistir é a maneira irresistível na qual ela é contada pelo diretor e roteirista, além, é claro, de girar sobre um tema capaz de apelas a qualquer pessoa em qualquer idade.

Quem nunca? Quem sempre?

Listar todos os momentos incríveis de Curtindo a Vida Adoidado é um desafio para qualquer um que tenha que escrever um texto curto (principalmente pra mim que escrevo na proporção que falo: muito). Desde a atuação canhestra de Bueller para enganar os pais no início até a última cena, com o personagem avisando o espectador que o filme acabou. O roteiro é, de fato, simplista, mas isso que me fez gostar ainda mais dele, pois não tem a menor intenção de assumir uma complexidade shakespeareana. Se assim fosse, perderia seu charme ainda intocável e uma fã nova em pleno 2016.

Além da boa história, conta também com uma trilha sonora inesquecível (que pega qualquer um de jeito). Vale apena assistir, e principalmente, reassistir, pois até hoje Curtindo a Vida Adoidado continua sendo incrível e nos remete a muita nostalgia. O filme é um clássico e Ferris continua sendo um mito.

assinaturas 2015-05

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/classicos-do-cinema-1/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!