Home Sobre o Blog Quem somos Contato Midia Kit Categorias


Eu (Nana) fui marcada em uma tag que a Suelen do blog Rosto de Neve respondeu e me senti inspirada a topar o desafio e contar pra vocês quais foram essas minhas “coisas” em 2015, apesar de dificilmente falarmos coisas pessoais aqui pelo Chá das Phynas. A tag, na verdade seria “15 coisas boas de 2015” mas ela adaptou e eu gostei, então responderei misturando os tópicos sem uma ordem de “bom” ou “ruim”! Preparados? Aqui vão elas.

#Meus aniversários
Segui a tradição de comemorar meu aniversário várias vezes e foi ótima. Mesmo não tendo saído tudo como planejado é muito legal fazer isso porque nos lembra que temos muitos motivos para comemorar a vida e muitos amigos com os quais contar nisso!

#1 ano limpa
Não sou viciada em substâncias tóxicas, mas em relacionamentos tóxicos… ô! Poucos sabem (MESMO, porque sou discreta sobre minha vida amorosa) mas em abril  fez 1 ano que saí do meu último relacionamento que sugou todas as minhas energias por mais de 2 anos. Não que a pessoa fosse terrível, abusiva ou manipuladora mas era alguém que exigia (por necessidade e não por pedido) MUITO de mim e tinha pouco a oferecer positivamente em retorno. Para o bem de todos, acabou e aprendi o que preciso e o que eu não quero mais num relacionamento.

#Comecei aulas de francês
Minha irmã mais velha é formada em inglês, espanhol, alemão e francês e a mais nova em inglês e italiano. Eu, de longe, sou a que menos gosta de estudar na casa (hahah) mas sou fascinada pela França e seu idioma super sonoro. Sou formada em inglês e resolvi TENTAR aprender francês (não é fácil se você não curte estudar) me matriculando na Parlez Idiomas. Uma escola pequena, com preços ótimos, perto de casa (Parque 10) e com professores excelentes que foram anos da Aliança Francesa. Recomendo, inclusive!

Eu e as Phynas no Chá Bar da Carol

Eu e as Phynas no Chá Bar da Carol


#Muitos noivados, chás e casórios
O ano começou com uma amiga (a Mari, do Chá <3) ficando noiva em seu aniversário e ao longo do ano minhas DUAS irmãs também ficaram (uma até já casou). No início do ano também já teve casamento (da Thicy, amiga blogueira) e no meio outra blogayra amiga casou (a Carol, do Toque de Neon), uma amiga de infância me convidou para ser mademoiselle no seu casamento em janeiro e, em dezembro, OUTRA amiga foi pedida em casamento! Foram muitos chás bar, lingerie, de panela <3

#Ganhei um sobrinho
Passei mais tempo solteira do que namorando na vida e, por isso, muitos profetizaram que eu “ficaria pra titia”. FIQUEI! Nasceu meu primeiro sobrinho, Bernardo, que é lindo e fofo e reafirmou a minha vocação natural de ser… TIA! Gente, não sirvo pra mãe, não! Não é pra qualquer uma! Parem de obrigar as mulheres a parirem se elas não tem perfil pra isso hahaha.

11057210_1262601793765761_3407279264369483457_o

#Viagem relâmpago
1 ano sem viajar é 1 ano perdido. Quase perdi 2015 mas aproveitei um impulso e uma proposta de “fica lá em casa!” pra visitar o Rio de Janeiro por um fim de semana. Se valeu a pena? SIM! Virou até um post com dica para viagens curtas que eu postei aqui.

#Mudança de emprego
Eu costumo ficar muitos anos num mesmo emprego. No meu primeiro eu fiquei 5 e no segundo fiquei 3. Acontece que isso não é motivo de orgulho quando você se sente criativamente esgotada e desmotivada para trabalhar. Mesmo adorando meus colegas de trabalho e a empresa onde estava, eu me via infeliz e cansada da rotina. Decidi parar de reclamar e me desligar, após várias tentativas de adaptação (como tirar umas férias, ficar só meio período, etc). Sempre recomendaria você tentar algo novo quando começar a se sentir assim no emprego.

20151030_094945

#Novos empregos
Saí de um e entrei em 2! Meu salário e meu expediente caíram pela metade com a mudança de uma agência de publicidade para designer in loco de duas empresas que funcionam no mesmo lugar. Mas a satisfação de ter novos desafios e poder explorar outras habilidades que eu não usava, compensam a adaptação financeira provisória.

#Deixei as unhas crescerem
Por um milagre chamado Pantogar (3 capsulas ao dia) minhas unhas cresceram lindas e fortes! Eu ia até escrever essa dica aqui no blog mas assim que comecei a mostrar pra todo mundo minhas novas unhas, METADE QUEBROU! Sai pra lá, uruca! Tive preguiça de comprar de novo o remédio…

#Deixei o cabelo crescer
Quem já teve cabelo curto sabe o quanto é difícil deixar crescer porque cortar cabelo vicia! Mas botei na cabeça que deixaria o meu intacto em 2015 para o casamenro de janeiro de 2016 e agora to acostumando com a ideia dele grande. Resolvi fazer um pacto com a Mari e Mai de deixarmos crescer até outubro de 2016 para doar no #outubrorosa para mulheres com câncer.

#Meus amigos
Consegui ver meus amigos várias vezes esse ano e isso é ótimo. Mesmo não sendo uma pessoa super amorosa e meiga eu construí amizades em grupos diferentes e sempre tenho quem chamar pra sair. Isso me deixa muito feliz porque enquanto eu namorava só saía com amigos do boy e esqueci minha capacidade de TER os MEUS amigos.

#Fiquei seletiva
Assim que descobri (sim, pois ninguém me comunicou oficialmente haha) que eu estava solteira, aproveitei bem! Até que cansei. Comecei a me relacionar só quem eu via afinidade. Errei feio numas apostas, pegou na trave umas vezes e outras eu defendi o gol pra ninguém marcar. Não me arrependo! Acho que todo mundo DEVE se permitir coisas novas MAS TAMBÉM se permitir ficar sozinho. Pular de um namoro ao outro é trocar de muleta! EU tô engajada em aprender a andar sozinha,  pra depois achar companhia pra corrida.

#Abandonei o salão
Testei pintar o cabelo em salão de beleza uma última vez, gastei atrocidades, a cor ficou linda mas meu cabelo ficou uma merda porque fizeram uma “limpeza” que parecia uma descoloração e ele ficou fraco e MAIS SECO. Ótimo! Assim voltei a pintar em casa e gasto infinitamente menos tendo só um pouco de trabalho.

#Conselheira
Pude, em diversas ocasiões, usar minha experiência pessoal para aconselhar amigas e conhecidas que estavam (ou estão) em relacionamentos insatisfatórios. Nada te torna mais empático do que ver em outras pessoas experiências com as quais você se identifica por também ter passado (e sobrevivido bem).

#Fiz diferença
Através de um dos meus trabalhos (o Parque de Ideias) pude planejar e proporcionar momentos de grande impacto na vida de alguns amigos, conhecidos e desconhecidos. É muito bom ver as pessoas descobrindo seus potenciais, sonhos e ganhando motivação para tirar tudo isso do papel. A gratidão dessas pessoas me marcou, também!

Não sei se alguém terá saco ou curiosidade o bastante pra ler toda essa lista mas: missão cumprida! Só não vou marcar aqui mais pessoas para responderem essa tag porque tenho preguiça de repassar “corrente” hahaha

assinaturas 2015-03



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/7-coisas-boas-7-coisas-ruins-e-1-licao/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
2 comentários




dicas-2 category image
28 de dezembro de 2015

Quem aqui não é viciada no Spotify? Não costumo seguir as sugestões do que ouvir do programa, mas vi uma capa que me chamou muita atenção pela ilustração linda da Hsiao-Ron Chng então resolvi ouvir o álbum! E oh! Não me arrependi nem um pouco.

Troye-Sivan-Blue-Neigbourhood

Troye Sivan tem 20 anos com carinha de 13, nasceu na África do Sul, mas mora na Austrália e tem uma voz apaixonante. Seu trabalho é voltado para o indie pop com batidas eletrônicas. O álbum acabou de ser lançado e se chama “Blue Neighbourhood”, o mesmo nome dado à trilogia de clipes que formam um filme de curta metragem sobre o primeiro amor entre dois garotos. Olha só:

 

 

De longe minha música favorita é Fools, acho que consigo ouvir em looping, haha. Vale muito a pena ouvir e ver!

Eai, o que vocês acharam? Me conta nos comentários!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

assinaturas 2015-01



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/para-ouvir-troye-sivan/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




eventos category image
21 de dezembro de 2015

O Miss Universo não serviu apenas para nos inspirar pena pela Colombiana que QUASE chegou lá mas nos 45 minutos do segundo tempo descobriu que o gol foi anulado pelo juiz. Pra quem tá por fora, o apresentador divulgou o resultado errado, coroando a Miss Colômbia como Miss Universo 2015 quando, na verdade, ela era a segunda colocada e a campeão, de fato, era a miss Filipinas. Nesse concurso rolou climão, inconformação, susto e constrangimento MAS, também rolou boas inspirações para vestidos de festas.

A maior surpresa foi a grande quantidade de vestidos brancos, no desfile de “evening dresses”. Se tiver alguma noiva precisando de ideias de modelo de vestido, aqui estão! Mas o branco, por ser uma cor neutra, cai muito bem em todo mundo! Sou super favorável à fazer ou comprar vestidos brancos! A não ser que você esteja indo a um casamento, não tem porque guardar essa cor só pro reveillon.

seria uma ação de marketing da OMO ou Vanish?

seria uma ação de marketing da OMO ou Vanish?

Já o que não era novidade alguma e apareceu bastante foram as cores metálicas. Bilho tem tudo a ver com concurso, né? Mas também tem tudo a ver com vestidos de festa! Um fundo nude ou neutro com aplicação de detalhes brilhosos deixam qualquer uma deusa. Loiras e negras de dourado ficam incríveis. Morenas de prata ficam lindas! Ruivas de cobre ficam deusas! Pode incríveis, sim!

brilho

Agora, nem só de tons neutros e pretinho básico vivem as grandes festas. Quem tem medo de arriscar demais nas cores, pode apostar nas clássicas que são quase “coringas” por ficarem bem em TODO MUNDO. Uma delas é o azul turquesa e variações. Riqueza pura!

azul
Outra cor que todo mundo pode e deve usar é o vermelho. Pode usar vermelho sem dó! Não tem um tom de pele que não fique incrível com essa cor. Quem tem a pele escura pode usar os tons mais abertos para gerar um contraste maior. Os tons mais fechados ficam lindos em quem tem pele mais clara. Mas não existe regra. Escolha o tom que mais lhe agrada e pronto! Tiro certo.

vermelho

Mas, nem todas as cores quentes são assim super versáteis e adaptáveis. O amarelo, laranja e o rosa exigem um cuidado maior. Particularmente acho que caem melhor em morenas ou negras. Ruivas tem que ter cuidado! Evite tons iguais aos do seu cabelo. Se o seu tom for acobreado, amarelo fica bem! O ideal é gerar contraste ou harmonizar tons aproximados (mas não iguais!).

cores dificeis

Agora que já falamos muito de cores e vocês viram vários exemplos bem sucedidos de vestidos, vamos falar sobre uma tendência perigosa: a transparência. Se bem usada pode ficar divina (vide exemplos nos vestidos com brilho) mas, se usada em exagero, pode ficar terrível! Nesse aspecto entra o bom senso e o gosto de cada uma, é claro. Mas se você não for a Shakira, dançarina exótica nem for fazer perfomances na noite da festa, evite o excesso de aberturas. Tentando ser super sexy, você pode acabar sendo brega.

fail

Deu para pegar umas boas ideias de modelos com essas misses, né? Qual foi o preferido de vocês? Espero que esse post ajude futuras formandas, madrinhas e convidadas de festas de casamento e formatura! Estou inspirada, falta só festa pra ir, ME CHAMEM!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!

Facebook | Instagram

assinaturas 2015-03



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/vestidos-de-festa-do-miss-universo/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




dicas-2 category image
20 de dezembro de 2015

A época de natal é uma das minhas favoritas desde criança, sou realmente dessas pessoas que amam as guloseimas, as luzinhas piscando, a decoração…minha criança interior nunca deixou apagar o sentimento de ser uma época especial. Em todo natal eu escolho algum filme (geralmente desenhos) pra assistir (enquanto como doces hahah!) e esse ano eu vou recomendar um que me marcou bastante como uma das melhores animações do ano (aí eu assisti Divertidamente e os forninhos caíram!). O filme se chama “Canção do oceano” (Song of the sea) e é uma animação belíssima inspirada em uma lenda escocesa/irlandesa que foi indicada ao Oscar de melhor animação desse ano <3

song-of-the-sea-promo-1021x580

E por que assistir essa animação no natal? Bom, se natal é o momento ideal de estar com a família e celebrar isso, então o filme tem tudo a ver! Não se deixem enganar pelas aparências, apesar de ser um filme infantil, há muito de valores familiares no roteiro, muitos momentos que quando nos tornamos adultos, conseguimos compreender melhor.

A história se passa em alguma época sem grandes tecnologias além de rádios e carros e mostra a dinâmica da família de Ben e Saoirse, que moram com o pai e o cão de estimação em um farol.

Song-of-the-Sea-02-700x357

Saouirse era uma criança muito aguardada pelos pais e o irmão mais velho, mas sua mãe, que contava lindas histórias e era a personificação de amorosidade, desapareceu no dia do seu nascimento. A garotinha nunca disse uma palavra, o pai se tornou taciturno e o irmão cresceu revoltado e sem muito amor pela irmã. Até que um dia Saouirse encontra um manto branco e sai de madrugada ao encontro de um grupo de focas que a chamavam para brincar no mar.

SongoftheSea-saouirse

A família descobre e para protegê-la do perigo, sua avó paterna resolve levar os netos embora para morar com ela na cidade.

Song Of The Sea

E é a partir daí que começa toda a aventura de Ben e Saouirse, encontrando diversas criaturas fantásticas e o principal, transformando aos poucos as relações familiares.

songoftheseatrailers-imagem01

O filme é lindo em todos os sentidos, feito em 2D, traz uma nostalgia para quem foi criança antes dos anos 2000 (ou quando só a Pixar fazia desenhos digitalizados, vide Toy Story) e cada cena poderia ser uma ilustração rica em detalhes para se ter num quadro em casa <3 a narrativa flui sem cortes bruscos ou tempo acelerado (bem como era o tempo sem internet/tecnologias, quem lembra?), contando a história de forma simples mas muito delicada, dá pra perceber como foi feito com carinho.

Outro grande presente dessa animação é a trilha sonora, que transporta mesmo para um mundo celta, cheio de criaturas fantásticas. Aplausos para a cantora Lisa Hannigan, que dá o tom certo de doçura para as canções principais.

Se você ainda não se convenceu de que seja um bom filme para assistir, veja o trailer e perceba um pouco de tudo que comentei por aqui:

E quem resolver assistir ou já conhecia a animação, deixa aqui seu comentário sobre o filme!

Ps: eu consegui assistir usando o Popcorn Time, mas já vi torrents disponíveis para download por aí :)

assinatura mai

 

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/para-ver-no-natal-song-of-the-sea/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Todo santo final ano eu vejo MUITA gente reclamando do ano péssimo que teve, pedindo pro ano acabar logo dizendo que já vai tarde. Que atire a primeira pedra aquele que nunca teve um ano de merda, né? Mas se você faz isso há vários finais de ano seguidos ou, pior, SEMPRE reclama do ano na hora de fazer sua retrospectiva… adivinha só: o problema não é o ano, é você! Como já puderam notar, esse post será bem franco, sem enfeites e proibido para pessoas com excesso de sensibilidade.

É normal ver as pessoas buscando explicações para as situações ruins que acontecem em suas vidas. Os astros, os meses, os anos (eu me incluo aqui porque tenho uma teoria de que meus anos ímpares são melhores que os pares), os empregos, os companheiros, os amigos, a família, o destino, o karma, a praga das inimigas, “algum trabalho que fizeram” e não é engraçado que, entre tantas opções de responsáveis, não tenha justamente o protagonista da história: VOCÊ?

“Não, sério, é adorável quando vocês culpam todo mundo menos vocês mesmos!”

Bora assumir responsabilidade pelas coisas boas e ruins que são consequência das nossas escolhas? Pare de terceirizar a responsabilidade pela sua felicidade! Vá por mim, ninguém tem mais poder de tornar seu ano incrível do que VOCÊ mesmo(a). Pra que se comportar como VÍTIMA se você pode ser o(a) AUTOR(a) da trama, já que a história é SUA? Olha que incrível! Você é o personagem principal de uma história onde você pode ser (se quiser) roteirista, diretor(a) e ator/atriz principal!

Claro que existem situações e acontecimentos que estão além da nossa alçada. Não temos como evitar ou prever. Mas até nesses casos podemos escolher a postura com a qual conviveremos ou superaremos eles. E, se for uma postura positiva, será mais fácil.

O tal do Karma é, apenas, "o ciclo sem fim". Você recebe o que atrai pra você e o que emana.

O tal Karma nada mais é que “o ciclo sem fim”, como diria a trilha do Rei Leão. Você atrai pra você o que emana.

Já conheci pessoas que tinham vocação para sofredores. Aquelas pessoas que não só preferem como optam por gastar seu tempo se lamuriando e esperando a comoção de quem lhe rodeia ao invés de procurar soluções e alternativas para os problemas que tem (ou inventam, procuram, adiam resolver…). Como reconhecer gente assim? Experimente sugerir uma solução prática para algum problema que ela diz ter! Ela refutará ideia atrás de ideia e pode até se ofender com suas tentativas afinal, ela não está preocupada em resolver o problema e sim em sofrer com ele. E eu já fui assim, também!

Então, se você é uma dessas pessoas com vocação pra sofrência, prepare-se para se estrebuchar de raiva pois, adivinha só o que eu vou fazer agora? ISSO MESMO! Dar sugestões práticas para você eliminar os problemas dos quais tanto reclama! Vamos lá, criançada! Feche os olhos e pense na coisa da qual você mais se queixou ou que mais lhe causou incomodo esse ano (depois abra os olhos e continue lendo o post, de preferência!). Pensou? Legal. Agora já sabemos qual é a coisa que você TEM QUE mudar (ou melhorar, amenizar ou rever) para ter um 2016 melhor.

Tá na hora de fazer alguma coisa por si mesmo(a), hein?
Passou o ano se sentindo explorado ou desmotivado no emprego? Saia dele. “Ai, mas eu preciso pagar minhas contas!”. É claro que sim! Então crie soluções que viabilizem isso. Economize para ter o suficiente para se manter por 1 ou 2 meses antes de pedir demissão. Distribua currículo para empresas que lhe interessem. Comunique aos amigos sua vontade de achar outro emprego. Divulgue seu trabalho nas redes sociais.  Certifique-se que todo mundo que lhe conhece sabe em que área você atua e lembre de você quando surgir uma vaga na sua área e precisar indicar alguém.

Passou o ano reclamando do relacionamento e não viu melhora? Que bela hora para fazer um reflexão sobre o fato de ninguém ter o poder de mudar ninguém e, se alguém está apresentando um padrão de comportamento ou personalidade por 1 ano (ou mais) essa pessoa não se transformará milagrosamente na versão que você gostaria ano que vem. Aceita que dói menos! Ou você se adapta, é flexível (mas nunca conivente, hein? Não dá pra passar a mão na cabeça de posturas se elas forem equivocadas ou nocivas) e compreensivo(a) ou finaliza essa história e abre caminho para que uma outra comece. Quem sabe uma que te faça mais feliz. Quem sabe uma onde VOCÊ será o centro de suas atenções por um tempinho! Recomendo!

Passou o ano reclamando porque tá sem grana? Baixe aplicativos de controle de gastos. Você vai se espantar com o quanto gasta com coisas supérfluas que não contabiliza. Comprometa-se em guardar todo mês uma porcentagem do que ganha numa conta que não movimente ou num cofrinho. Abra uma conta no OLX para vender itens que você não precisa ou uma conta no ENJOEI para vender roupas, sapatos, bolsas e acessórios que acumulam espaço no armário e podem virar dinheiro na sua conta. Crie alternativas para garantir uma renda extra. Se você tem algum talento, faça coisas por encomenda e divulgue. Se você pensou “eu não tenho nenhum talento” seu dever de casa é descobrir um, porque não existe ninguém sem talento! Olha a negatividade!!

Para fechar esse post estimulando vocês a terem um novo ano BEM melhor, vou relembrar o jeito que fechei meu ano passado e compartilhei em forma de dica no início desse ano. Meu 2015 foi um ano incrível, cheio de metas traçadas, novos sonhos descobertos e possibilidades criadas. Tenho certeza que essa ideia contribuiu um pouco para consolidar essa mudança de mentalidade. Espero que ajude vocês também!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram

assinaturas 2015-03

 

 

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/o-ano-foi-ruim-e-a-culpa-nao-e-das-estrelas/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




dicas-2 category image
9 de dezembro de 2015

Nada mais monótono do que uma casa sem vida. Nada contra o minimalismo, gosto de comodos arejados, monocromáticos e clean mas para uma casa transmitir a personalidade de quem mora nela, é preciso deixar pelo menos um espaço dedicado a elementos que tenham a cara do dono. Que tal escolher UMA parede da casa e dar seu toque nela? Quer ideias de como fazer isso?

1. Parede “quadro negro”
Uma SUPER tendência na decoração de interiores, essa ideia permite criar um ar mais criativo e versátil em qualquer comodo! Como faz pra ter uma? Tinta acrílica fosca. As cores mais populares são o preto e o verde escuro, simulando quadros de sala de aula, mas dá para usar outras cores sem problemas! Tem medo de pintar a parede em um tom escuro e ter dificuldade de cobrir a cor, depois que enjoar? Tem a opção de papel contact preto fosco! Dá o mesmo efeito e permite que você limpe os desenhos e palavras com um paninho molhado.

quadro negro

2. Quadrinhos com frases

Nem todo mundo é adepto de sair espalhando fotos de parentes ou de si mesmo pela casa. Até porque os porta-retratos cumprem bem esse papel ocupando estantes e prateleiras com maestria! Então, que tal decorar a casa com frases?! Podem ser frases com mensagens positivas, frases com os jargões que os moradores mais falam ou até mesmo trechos de músicas que representem os moradores. A Laura Júlia Núñez, uma leitora super querida nossa, me passou umas frases em espanhol (remetendo às suas origens) que gostaria de enquadrar para dar vida à parede do seu mini bar no novo apartamento. Fiz os layouts de tamanhos diferentes, de acordo com as medidas dos quadros que ela comprou, e usei fontes variadas para criar um efeito mais legal. Ela adorou!

laura

3. Emoldure arte!

Quem disse que arte é só o que está nos museus? Sabe aquela caricatura que seu amigo talentoso fez sua? O desenho que a sobrinha te deu de Natal? As ilustrações que você encontra na internet e tem a sua cara? Posters de filme que você gosta ou até desenhos retrô super charmosos? Imprima em papel fotográfico (ou papel couchê gramatura 180g, em gráficas rápidas) e emoldure. Nem precisa comprar molduras caras, dá pra criar as suas próprias usando papelão ou papel paraná, estilete e tinta preta (ou de cores diferentes, se preferir). O Matheus Melo, outro leitor, mostrou como fez as dele para inspirar vocês a tentarem, também! Adoramos o resultado.

matheus

E aí, deu vontade de mudar algum cantinho da casa? Aproveita a vibe de mudança do fim de ano e se joga nessas ideias criativas e econômicas – do jeito que a crise exige que sejam hahaha. Tem alguma outra dica ou quer nos mostrar o que você fez na sua casa? Poste nas redes sociais com a hashtag #chadasphynas que nós vamos conferir tudo!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram
assinaturas 2015-03



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/3-ideias-de-paredes-divertidas/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




diy category image
4 de dezembro de 2015

Olá, pessoas!

O DIY de hoje é prático e rápido de fazer, especialmente para pessoas que não tem tanta habilidade e paciência para decoração haha!

Enquanto todo mundo no trabalho já tinha pelo menos alguma decoração de Natal, a minha mesa estava vazia, sem nada natalino e isso já estava me incomodando porque eu amo natal! <3

Fui atrás de algumas ideias de decorações simples e vi uma de arvorezinhas feitas de papel, resolvi testar pra ver se funcionaria e eis que temos esse tutorial! Os materiais básicos necessários são:

– Papel de sua preferência;
– Estilete ou tesoura:
– Compasso ou objetos de fundo redondo;
– 1 espeto de churrasco.

Para começar, faça 4 a 5 círculos de tamanhos diferentes com o compasso.

20151202_225804

Depois recorte cada um com a tesoura (ou estilete) e comece a dobrar, de forma que cada círculo fique parecido com uma pizza cortada em 8 pedaços. Faça isso com todos os círculos até que cada dobra fique bem marcada (e se possível, não façam como eu, que comprei um papel pela cor e esqueci de prestar atenção na gramatura…precisa ser mais resistente que A4 mas não tão duro quanto papel cartão).

2015-12-04 13.06.30

20151202_231437

Por último, ponha do maior para o menor círculo no espeto de churrasco e a ponta deve ser coberta pelo círculo menor (eu resolvi colar pra ficar mais segura). A base eu improvisei usando um recipiente antigo de vela de decoração, mas se você encher uma tampinha de perfume com pedrinhas também fica bem bonitinho!

2015-12-04 13.19.12

2015-12-04 13.20.11

share_tempory (1)

 

Espero que tenham gostado da dica e comecem a decorar tudo pro natal! E se tiverem sugestões de decorações rápidas, podem comentar também 😉

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!

 

assinatura mai

 



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/diy-decoracao-de-natal-rapida/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




A sociedade está cada dia mais imersa em novas tecnologias, dependente de redes sociais e refém dos compartilhamentos e divulgações que extrapolam os limites do desamor. Ia ser tão lindo se todo mundo usasse a internet, os aplicativos e as redes sociais para propagar o bem, né? Mas infelizmente, não é bem assim que acontece.

A dica da #quintacult de hoje vem despertar as pessoas para uma questão extremamente importante e  pouco abordada: por que existe a necessidade da mídia em compartilhar a dor alheia? E por que as pessoas gostam tanto de assistir e ler sobre coisas ruins? O tema do filme-dica dessa quinta aborda a exploração da tragédia pela mídia e a maneira como as pessoas não se intimidam em divulgar cenas de acidentes, sem se preocupar com pais, mães, maridos, esposas e filhos que são obrigados a ver seus entes queridos em grupos de WhatsApp e portais de “notícias” que pouco se importam com a dor, cegos pelo número de cliques que receberão.


abutre

O filme dessa semana é forte (então, se você não está com o emocional estável e um estômago de aço, aviso logo – ele vai te fazer ter raiva da mídia e/ou vomitar). O Abrutre (nome original: Nightcrawler) é um filme de drama e suspense americano escrito e dirigido por Dan Gilroy de The Bourne Legacy. E conta a história de Louis Bloom, que enfrentando dificuldades para conseguir um emprego descente decide entrar no submundo da mídia que é responsável por “eventos” criminais. O personagem corre atrás de crimes e acidentes chocantes e trágicos, registra tudo e começa a vender as imagens para os interessados. E o pior, isso mostra que essa área de “entretenimento” está cada vez mais em alta, e pagar melhor pelo que a cena tiver de pior.

Nightcrawler-crítica

O ator que interpreta o protagonista, Jake Gyllenhaal, foi indicado ao Oscar em 2006 pelo filme “O Segredo de Brokeback Mountain”, e por mais que nesse filme sua atuação seja excepcional, em “O Abutre” o ator superou todas as expectativas e foi (SUPER) injustiçado por não receber indicação alguma em 2015. Ele emagreceu cerca de 10kg para o papel, ficou com aspecto de doente (mental e físico), como um viciado e é perceptível sua entrega ao personagem, de tal modo que toda a construção da personalidade de Bloom vai ficando pesada a medida que ele intensifica seu trabalho. Ao mesmo tempo em que ele parece totalmente no controle da situação, parece também a ponto de explodir.

O enredo é mais real do que se imagina, é um retrato assustador da capacidade humana de inverter seus valores, de transformar fatalidades em espetáculo, em audiência e nos faz ter vergonha da quantidade de porcaria televisiva e informativa que consumimos, seja nos jornais ou nos grupos que compartilham desgraça. Podemos refletir sobre para o quê damos importância, para o que damos audiência. Porque é clara a crítica: se sangrar, alguém vai pagar pra ver, e a demanda é de fato impressionante.

Abutres de Manaus durante 2 acidentes graves. Obs: divulgar foto de pessoas mortas é CRIME.

Abutres da vida real durante 2 acidentes graves em Manaus. Obs: divulgar fotos de pessoas mortas/feridas em acidente é CRIME.

Nesse post não quis falar muito sobre a sinopse do filme, mas o sentimento que ele me trouxe e as milhões de críticas que me fez formular, já são suficientes para eu indica-lo e recomendá-lo principalmente para você, que assim como eu reflete sobre os limites morais e éticos da humanidade. Ficou curioso(a) em acessar uma reportagem, assistir um vídeo ou baixar uma foto sobre tragédia? Procure coisa melhor, como um bom filme. E eu recomendo: O Abutre.

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!

 

assinaturas 2015-05



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/espectadores-da-desgraca/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
comente!




Ter um blog era hobby, mas desde que blogs viraram veículos de expressão, houve um boom deles e hoje é “moda”. Muita gente fez do blog um emprego, vive de gerar conteúdo e passar informações relevantes para o público que escolheu ou que lhe escolheu como fonte. Mas… por que tanta gente torce o nariz quando ouve o termo “blogueira”?

“Inveja”, “recalque”, “ignorância” e outras justificativas simplistas podem ser cogitadas mas, se analisarmos bem, o buraco é mais embaixo e talvez o que prejudique a credibilidade da categoria seja o desserviço que prestam as pessoas que NÃO exercem a função de um jeito coerente mas se apropriam do título blogueira(o) por “status”.

Quem só conhece o mundo dos blogs de moda, por exemplo, baseado pelo que ve online e não conhece os bastidores e o trabalho envolvido por trás do que é mostrado, vai ter a impressão equivocada de que ser blogueira é ir a eventos, tomar chandon, comer de graça em restaurantes legais e tirar fotos bonitas simulando uma vida perfeita. Pensando assim, muita gente se lança nesse universo e reproduz exatamente o que ACREDITA ser “ser blogueira” criando uma bola de neve sem fim de vislumbre e superficialidade.

Já está claro o que NÃO é ser blogueira, então vamos ao que fazer para se tornar uma, de fato?

01175dffa61f40d0618b45c5344d3854

 

www.pinterest.com

#1 Conteúdo
O primeiro passo para ser blogueiro é: ter um blog. Parece óbvio, mas com o instagram muita gente se denomina blogueiro só por postar fotos de si mesmo e não é bem por aí! Tem quem seja mais sincero e use o termo “instablogger” mas isso não libera da função de oferecer ao público conteúdo próprio e relevante. Se sua ideia de ser blogueiro é reproduzir coisas que já existem, por preguiça de pensar e gerar conteúdo original… bem, abra uma reprografia! Saiba quem é seu público, tenha algum diferencial e ofereça o que seja do interesse deles com o seu toque.

fde8326bf42d9551b4ac5da963bba847

www.pinterest.com

#2 Credibilidade
Quem atua com seriedade se preocupa com muitos aspectos como: cumprir prazos, deixar contratos e propostas claros e formalizados, pesquisar sobre a empresa que quer lhe contratar para divulgação, para saber se condiz com seu público e seus valores, etc. Se você sai disparando proposta de parceria e implorando permutas em todo canto sem nenhum critério, compra seguidores, troca likes, cria redes de comentários fakes e outras artimanhas para simular um buzz que não é real, está mais preocupada com status e só quer colher os louros sem trabalho sério, você está sendo oportunista, NÃO é blogueira e compromete seriamente a imagem de quem é, de fato.

02b4d480c1b1b2b022b898f5b500a43a

www.pinterest.com

#3 Qualidade
Isso vale para todo o material, seja de divulgação (fotos) ou de conteúdo (posts, dicas, comentários). Invista em qualidade, primando por imagens bacanas e textos bem escritos. Nada pior que erros esdrúxulos de português e fotos extremamente tratadas a ponto de sumirem todos os poros da sua pele. Nem todo mundo tem um fotógrafo a tira colo ou cameras super profissionais (nós não temos, por exemplo) mas tente aproveitar a luz, a criatividade e os recursos que tiver para ter imagens interessantes nos seus posts. Pede ajuda pra alguém revisar seus textos antes de postar!

0dfa4cd041d38b3442dbf00d8a55bd29

www.pinteret.com

#4 Originalidade
Já citamos aqui a importância de dar seu toque pessoal, ter um diferencial, criar conteúdos próprios e etc. Mas esse tópico serve para lembrar que muitas vezes você será referência para quem lhe segue ou acompanha seu trabalho. Não venda mentiras. Não faz de conta que acordou com a pele impecável e o cabelo divo naturalmente. Não transforme seu conteúdo em uma ilha das fantasias inatingível. Seja autêntico, verdadeiro, mostre personalidade. Se não você será “mais do mesmo” e uma hora ou outra isso ficará evidente!

Esse post é um alerta a todos que >trabalham< com blog e uma homenagem a que fazem isso com carinho e cuidado e merece toda credibilidade e respeito por isso. É bem verdade que muitas pessoas antipatizam com o termo “blogueira(o)” pelo fato de uma ou outra pessoa se apropriar indevidamente dele, não fazer o dever de casa como se deve, e queimar quem leva isso sério. Mas isso não pode desanimar quem trabalha com blogs! É um convite para que se faça uma boa análise e se separe o joio do trigo! O reconhecimento sempre vem para quem se dedica de verdade.

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o Chá nas redes-sociais!
Facebook | Instagram



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://chadasphynas.com/blogueiras-estamos-fazendo-isso-certo/) [
function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/chada431/public_html/wp-content/themes/tema/functions.php on line 99
2 comentários